segunda-feira, 16 de maio de 2011

Vereadores do Rio e o Carro oficial



  Pois é, fica muito difícil ultimamente de aplaudir nossos políticos atuais, pois com os nossos impostos, eles acabam se beneficiando em vez de beneficiar a população.
  Esse início de mês segundo os noticiários, nossos vereadores da cidade do Rio de Janeiro, terão direitos cada um, por um carro oficial após 20 anos de uso de carros particulares. E com isso, em menos de um mês que eles passaram a ter um reajuste salarial de 9 mil reais para 15 mil reais.
  A decisão foi tomada pela mesa diretora em março, com o presidente da câmara Jorge Fellipe e todos os vereadores passarão a ter um carro de 70 mil reais versão 2012 completo com quatro airbags, freios ABS, sensor de estacionamento dianteiro e traseiro, CD player com MP3, bluetooth e bancos de couro e com argumento de cortar gastos.
  Mas porque para se ter um carro oficial, tem que ser um carro com esse luxo todo e logo com o nosso dinheiro?
  Muito desses políticos que resolveram aceitar essa ajuda da câmara, moram em lugares abandonados que eles procuram de 2 e 2 anos em busca de votos e será que é tão longe ver essas dificuldade?
  Até o momento, apenas 16 de 51 parlamentares não aceitaram entre elas a deputada Andrea Gouvêa (PSDB) que fez um comentário ao site G1:
“Há 20 anos a Câmara fazia uso de frota própria, e durante uma tentativa de substituição dos veículos houve um escândalo muito grande, e esse benefício foi vetado. Agora estamos retrocedendo, é um absurdo”, disse Andrea, uma das vereadoras que negou o benefício.
  De acordo com ela, hoje em dia cada vereador pode contar com um motorista cedido pela Câmara para fazer visitas fora do local de trabalho. “A Câmara disponibiliza um motorista que vai dirigindo o carro de cada vereador. Além disso, pagam a gasolina, que é mais que suficiente. Os salários aumentaram de R$ 9 mil para R$ 15 mil depois do reajuste, é incompreensível essa decisão", acrescentou.
  Segundo a imagem, veremos a nova frota dos vereadores segundo o site O Globo
                               
  Além do salário de 15 mil reais, auxilio paletó e mil litros por mês, eles ainda vão ganhar um carro com seu dinheiro com argumento de custos e fácil acesso aos lugares da cidade e ainda comparar que devem ter os mesmos direitos de os deputados estaduais, como esse argumento segundo o vereador Renato Moura (PTC), segundo ao site O Globo:
Ele argumentou que na Alerj todos os deputados têm veículo oficial, sem qualquer problema:
“O carro será um instrumento de trabalho que a Casa vai oferecer. Assim como um laptop. Não vejo motivo para recusar.”

  E o vereador Paulo Pinheiro (PPS), ex-deputado, rebateu:

“Os vereadores exercem seu mandato nos limites do Rio. Na Alerj, é diferente: o deputado precisa viajar por vários municípios. Esses são recursos que, se ficassem no Tesouro municipal, ajudariam a resolver problemas como a falta de leitos na saúde.”

  Como rebateu e vereador, esse dinheiro seria mais útil a saúde do que aos vereadores que em vez de recusar, para que não vire uma uma critica no futuro, mas preferem aceitar sabendo que é para bem próprio e não da população.

  Então, além da cota de combustível e motorista particular, para que um carro oficial?

  Foram investidos mais de 3 milhões de reais para esses carros com o nosso dinheiro, pois enquanto isso, não vemos aumento salarial dos professores, melhorias nos postos médicos, falta de segurança nas escolas e a falta de saneamento e melhorias na cidade.
Em bairros como padre Miguel, Bangu, senador camará, de onde vieram 3 vereadores, que aceitaram os carros, ficam no esquecimento e sem falar de outros bairros.

  A falta de postura junto a população desses vereadores chega ser inadmissível, pois alem de ter um aumento de 6 mil reais e uma cota de mil litros para seus carros particulares, me vêem com isso achando que será beneficio para a população?

  Esta mais que na hora começarmos ver quem devemos eleger, pois muitos desses candidatos virão com reeleição e ai, eleitores, vão esquecer do aumento salarial absurdo e do carro oficial e lembrarão de vocês, prometendo coisas que não fizeram em 4 anos.

  Espero que nossos vereadores repensem que essa lei e de verdade, neguem esses carros, pois o povo esta deixando de ser burro e esta começando a enxergar quem é quem de nossos políticos.

2 comentários to “Vereadores do Rio e o Carro oficial”

  • 18 de maio de 2011 11:06
    Sergio Viula says:

    Até que parece que eles ganham salário mínimo. Parece até que não podem comprar um carro para trabalhar - o que qualquer brasileiro que aspire a um automóvel precisa fazer por conta própria. Além disso, não consigo evitar o pensamento de que o carro oficial permitiria que alguns vereadores fizessem coisas que com um carro comum, ou seja, sem placa do poder legislativo, eles não poderiam. Já pegaram milicianos entre vereadores. Será que não tem mais algum tentando despistar o poder judiciário com seu braço policial, tentando driblar situações de blitz, de revista, de tolerância zero para com o álcool no trânsito, etc?

    Infelizmente, não consigo pensar que todos eles queiram só conforto. E mesmo que fosse só isso, o preço que o contribuinte vai pagar será muito alto.

    Mais ética, transparência e exemplo vindo de cima, minha gente!

    Sergio Viula
    www.glsgls.blogspot.com

    delete
  • 7 de setembro de 2011 16:00
    Anônimo says:

    Pior do que isso, só os retroativos que os fichas sujas estavam querendo reaver.... É por essas e outras que sou a favor de jogar inseticida nessas pragas...
    Gliciane Sucupira

    delete

Postar um comentário

 

Razão & Cultura Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger