sábado, 30 de agosto de 2014

E agora Vasco?

Artigo publicado no blog Jovens Cronistas:Clique Aqui

Em alusão ao poema de Carlos Drummond de Andrade inicio essa crônica fazendo uma pergunta para o Vasco. Não bastava ter que participar da Série B, ainda teremos que ver uma derrota desastrosa para o Avaí dentro do Vasco. Agora pergunto como será o amanhã para o clube da Colina.

Já não basta estarmos em uma situação politica complicada onde o clube estaria envolvido com fraudes, corrupções e favorecimento a candidatos. O Vasco de 2014 é a consequência do Vasco iniciado no inicio da década passada. Como Vascaíno fico triste com a situação real do clube que tanto amo e agora quero ver como será o amanhã a partir dessa derrota fatídica para o Avaí.

A partida

O Vasco iniciou com um time modificado, após três jogos sem vitórias e conseguiu dar um susto aos 24 minutos com Dakson e essa seria a oportunidade mais clara do Vasco no primeiro tempo. O Avai abriu o placar aos 37 com Diego Jardel, mas aos 41 minutos em uma falha de Martin Silva, o clube catarinense marcou o primeiro gol da partida com Diego Felipe.

No segundo tempo, o Vasco teve um pênalti a favor, mas Douglas não conseguiu converter. Aos 20 minutos, o Avai amplia o jogo com o belo gol de Diego Jardel. A partida já estava preocupante para o vasco enquanto o Avai pintava e bordava em cima do clube de São Januário e Diego Felipe, mais uma vez marcava o quarto para o clube catarinense e aos 40 minutos fecha o caixão aos 40 minutos, resultando mais um vexame ao Vasco. Após a partida, Adilson pediu de missão e não é mais o técnico do clube.

O Vasco passou mais um vexame em São Januário. Já não bastou o empate para o ABC, agora essa goleada. Adilson caiu, mas e agora? O que seria do Vasco amanhã? Virão nomes de A, B ou C, mas independente do nome escolhido, é preciso resgatar a história do Vasco, onde hoje vimos que a cada jogo esta sendo esquecido. Agora é torcer e torcer e esperarmos qual vai ser o futuro para nosso amado time diante da Copa do Brasil, que jogará nessa terça e precisa vencer e com o andamento da Série B.

VASCO 0 X 5 AVAÍ

Local: São Januário, Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Francisco do Nascimento (AL)
Auxiliares: Alessandro Rocha de Matos (BA) e Fabio Pereira (TO)
Renda e público: R$ 213.300,00 / 7.796 pagantes
Cartões amarelos: Fabrício, Rafael Silva, Aranda (VAS); Diego Jardel (AVA)
Cartões vermelhos: Luan 36'/2ºT
Gols: Anderson Lopes 37'/1ºT (0-1), Diego Felipe 42'/1ºT (0-2), Diego Jardel 21'/2ºT (0-3), Diego Felipe 24'/2ºT (0-4) e Roberto 42'/2ºT (0-5)

VASCO: Martín Silva; André Rocha (Rafael Vaz 23'/2ºT), Luan, Douglas Silva e Lorran; Fabrício, Aranda, Douglas e Dakson (Edmilson 25'/2ºT); Guilherme Biteco (Rafael Silva - intervalo) e Thalles - Técnico: Adilson Batista


AVAÍ: Vagner, Bocão (Abuda 34'/2ºT), Antônio Carlos, Pablo e Marrone; Eduardo Costa, Diego Felipe, Eduardo Neto e Diego Jardel (João Filipe 34'/2ºT); Anderson Lopes e Paulo Sérgio (Roberto 20'/2ºT) - Técnico: Geninho.

Curta nossa PàginaJovens Cronistas! (Clique)
Texto e Edição: Joseclei Nunes 
Foto: Globo Esporte

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Análise da quarta rodada do Torneio de Transição

Artigo publicado no blog Jovens Cronistas:Clique Aqui

Bem amigos leitores do Jovens Cronistas e amantes do futebol argentino. Estou aqui mais uma vez para fazer mais uma pequena análise da quarta rodada do torneio de transição, ou campeonato argentino. Nessa rodada de o River Plate mais avassalador com mais um boa partida, vencendo a terceira consecutiva. Vimos mais uma derrota do Boca Juniors, causando a demissão do técnico Carlos Bianchi, a quarta vitória consecutiva do Vélez, que segue 100% na competição, além da primeira vitória do San Lorenzo. Segue abaixo a ficha técnica das partidas.


Belgrano 0 x 0 Gimnasia

Estádio: Mario Alberto Campos


Olimpo 1 x 2 Independiente

Estádio: Roberto Natalio Carminatti

Gols: Blanco (Oli, 6 ST), Penco (Ind, 43 ST) e Mancuello (Ind, 45 ST)


Racing Club 1 x 0 Arsenal

Estádio: Presidente Peron

Gol: MIlito (Rac, 42 ST)


Rosario Central 0 x 1 Godoy Cruz

Estádio: Gigante de Arroyito

Gols: Ramirez (God, 24 ST)


Atl. Rafaela 2 x 3 Newell`s Old Boys

Estádio: Nuevo Monumental

Gols: Rodriguez (New, 9 PT), Fernandez (New, 17 PT), Bastia (Gol contra, New, 31 PT), Sacks (Raf 21 ST) e Vittor (Raf, 39 ST)


River Plate 3 x 0 Def. y Justicia

Estádio: Monumental Antonio Vespucio Liberti

Gols: Sanchez (Riv, 34 PT e 43 PT) e Martinez (Riv, 32 ST)


Estudiantes 3 x 1 Boca Juniors

Estádio: Ciudad de la Plata

Gols: Correa (Est, 5 PT), Vera (Est, 22 PT e 40 PT) e Calleri (Boc, 45 ST)


Banfield 1 x 0 Tigre

Estádio: Florencio Sola

Gol: Salcedo (Ban, 25 PT)


Vélez 1 x 0 Lanús

Estádio: José Amalfitani

Gol: Pratto (Vel, 38 ST)


Quilmes 0 x 3 San Lorenzo

Estádio: Dr. José Luis Meiszner

Gols: Villalba (San, 23 PT), Veron (San, 41 PT) e Ortigoza (penalti, San, 45 ST)


Vélez, River, Racing e Newell’s. Com exceção do Racing, os três clubes ainda estão invictos no campeonato, mas apenas o Vélez tem quatro vitórias consecutivas. O River, mesmo com o tropeço na primeira rodada é a equipe que vem apresentando o melhor futebol, e com a ajuda de Martinez, tem uma das melhores médias de gols. O Racing parece que tem reencontrado o seu futebol e a volta de Milito foi essencial para a academia. O Newell’s vem fazendo um bom campeonato, mas será que a defesa irá ajudar ao decorrer no campeonato? Pois mesmo com um ataque positivo, a defesa tem deixado a desejar. O Boca demitiu Bianchi após essa rodada e veremos como vai ser a equipe daqui em diante com Rodolfo Arruabarrena, enquanto o San Lorenzo vence a primeira, mas ainda precisa de uma seqüência para vermos as chances reais em um campeonato onde Vélez e River são favoritos até agora.

Confira abaixo a classificação após a quarta rodada:
EQUIPOPTSPJPGPEPPGFGC
1Vélez12440081
2River Plate104310101
3Racing Club9430165
4Newell`s Old Boys8422086
5Godoy Cruz7421166
6Estudiantes6420265
7Atl. Rafaela6420277
8Rosario Central6420255
9Lanús6420244
10Arsenal6420244
11Independiente6420256
12Banfield6420256
13Def. y Justicia4411259
14Tigre3410354
15Gimnasia3403134
16San Lorenzo3310234
17Olimpo3310234
18Boca Juniors3410327
19Belgrano2402235
20Quilmes2402249
© Todos los derechos reservados






 Fonte: Data Factory

Curta nossa PàginaJovens Cronistas! (Clique)
Texto e Edição: Joseclei NunesFoto: Vavel Argentina 
Tabela: Futebol Portenho

quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Esta na hora de reaprender o ABC

Artigo publicado no blog Jovens Cronistas:Clique Aqui

Em 2011, Vasco e ABC se confrontaram pela segunda fase da Copa do Brasil. Naquela época, o primeiro jogo havia terminado em 0x0 e o Vasco garantia a classificação no jogo de volta em casa vencendo de 2x1. Após daquele jogo, a equipe vascaíno passou a apresentar bons jogos garantindo a taça do torneio pela primeira vez.


Três anos depois, Vasco e ABC voltam a se enfrentar pela, mas agora pelas oitavas de finais e talvez para nós vascaínos, poderíamos imaginar uma história diferente como em 2011, quando o primeiro jogo terminou empatado. Apesar de jogar em casa, seria mais que a obrigação a vitória diante de sua torcida, mas não foi bem isso que aconteceu. Se não fosse mais uma vez as belas defesas do uruguaio Martin Silva e a raça do argentino Guiñazu, que fez aniversário, a vergonha do empate podia ser maior, mais temos que descobrir o que esta acontecendo para enfim reencontrarmos o futebol e deslanchar de vez na Copa do Brasil e da Série B antes que seja tarde demais.


A partida


O jogo já começou com um Vasco apático e no primeiro minuto, o ABC abria o placar com João Paulo. Mesmo com o gol, o Vasco não conseguia encontrar uma formula para tentar chegar ao empate e jogando mais ofensivo, abria mais espaços para o ABC, onde quase ampliaram aos sete minutos com Patrick que parou em uma bela defesa de Martin Silva, mas depois Denis Marques levou novamente perigo a defesa vascaína com 14 minutos de jogo. Só com dezoito minutos, o Vasco conseguiu ter uma chance com Guiñazu e aos 21, o empate chegava a um belo gol de Kleber. Com 29 minutos ABC voltava a preocupar com Somália, que chegou assustar o Martin Silva após um belo toque de cabeça.


No segundo tempo, as equipes passaram fazer um jogo de erros, mas o ABC tentava a todo custo buscar o segundo gol para ficar mais tranqüilo no jogo de volta em Natal e o clube teve duas chances de ampliar a partida com Denis Marques aos 28 minutos e Lucio Flavio aos 31, mesmo com a pressão o Vasco parecia acoado, sem vontade de reagir e aos 35 minutos a paciência dos 6 mil torcedores que foram a São Januario chegara ao fim quando Lucio Flavio quase marcou aos 35 minutos em uma cobrança de falta. Nervoso, o Vasco se descontrolou na partida e Fabrício foi expulso no fim e assim terminava a partida, bom para o ABC que pode garantir a classificação em casa na próxima terça às 19:30, mas sábado o Vasco enfrenta o Avaí em São Januário e o ABC enfrenta em Bragantino em Bragança Paulista, pela série b.


Essa é o terceiro jogo sem vitória para o Vasco, O clube hoje ocupa a terceira posição da série b, onde vamos entrar na 18º rodada e agora com o empate em casa no jogo de ida, a equipe irá precisar de muita sorte e futebol, que não esta apresentando, para chegar as quartas de finais da competição. É claro que podemos acreditar e vamos, mas esta mais que na hora de rever as falhas e começar buscar a formação ideal, que até agora não foi encontrado. Não acho que a saída do Adilson, mesmo que eu não esteja gostando, seja a solução, pois o mercado este mais fechado e no máximo que pode acontecer é vir um técnico igual o pior, podendo atrapalhar mais a situação da equipe que já não é boa. Realmente o que o Vasco precisa é reencontrar o caminho da vitória, voltar a ser Vasco e resgatar os bons momentos que já tivemos. Então todos nós, vamos a São Januário no próximo sábado e vamos apoiar o nosso time até o ultimo minuto.


FICHA TÉCNICA:


VASCO 1 X 1 ABC


Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)

Data: 26 de agosto de 2014 (terça-feira)

Horário: 19h30

Árbitro: Wagner Reway (MT)

Assistentes: Paulo Cesar Silva Faria (MT) e Rafael da Silva Alves (RS)

Cartões amarelos: Douglas Silva, Montoya, Douglas e Kleber (VAS), Sueliton e Xuxa (ABC)

Cartões vermelhos: Fabrício (VAS) e Lucio Flavio (ABC)

Público e renda: 6.702 pagantes / 6.872 presentes / R$ 157.720,00

Gols: João Paulo (ABC), a um minuto, Kleber (VAS), aos 21 minutos do primeiro tempo


VASCO: Martín Silva; Carlos Cesar (Aranda), Rodrigo, Douglas Silva e Marlon; Guiñazu, Fabrício, Douglas, Maxi Rodríguez (Thalles) e Montoya (Edmilson); Kleber. Técnico: Adilson Batista

ABC: Gilvan; Sueliton, Marlon e Samuel; Patrick, Fábio Bahia, Daniel Amora, Xuxa e Somália (Liel); Denis Marques (Rodrigo Silva) e João Paulo (Lucio Flavio). Técnico: Zé Teodoro

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Análise da terceira rodada do Torneio de Transição



Artigo publicado no blog Jovens Cronistas:Clique Aqui
 
Bem amigos leitores do Jovens Cronistas e amantes do futebol argentino. Estou aqui mais uma vez para fazer mais uma pequena análise da terceira rodada do torneio de transição, ou campeonato argentino. Nessa rodada de muitos gols vimos Racing ser surpreendido pelo Tigre e o Boca Juniors para o Atletico Rafaela, mas também vimos a bela vitória do Vélez diante do Independiente com direito gol olímpico e a goleada do River Plate. Essas duas equipes, além do Newell’s, que empatou com Belgrano em um jogo de 6 gols estão invictos na competição argentina. Abaixo irei falar as partidas das principais equipes do país.

Tigre 4 x 0 Racing

Jogando em casa, o Tigre passou pelo até então líder e invicto Racing, com os gols de Erik F. Godoy (10, 1º), Kevin Itabel (38, 1º), Lucas Wilchez (0, 2º) e Kevin Itabel (12, 2º).

Gimnasia 1 x 2 Rosario Central

Com a partida realizada no estádio Juan Carlos Zerillo, O Ginmasia não conseguiu a vitória diante do Rosario, que venceu a partida no ultimo minuto de virada. Os gols do Rosario foram de Barrientos (39, 1º) e Delgado de pênalti (45, 2º). O Gimna abriu o placar com Vergetti (12, 1º).

Newell`s Old Boys 3 x 3 Belgrano

Umas das melhores partidas dessa rodada. O Newell’s esteve na frente nas três vezes, mas o Belgrano não desistiu e conseguiu empatar. Os gols do Newell’s foram de Maxi Rodriguez de pênalti (43, 1º), Faravelli (19, 2º) e Maxi Rodriguez novamente de pênalti (42, 2º). O Belgrano fez os gols com Pereyra (6, 1º), Barrios (22, 2º) e Rigoni (45, 2º).

Independiente 0 x 4 Vélez

Com gol olímpico, o Vélez brincou com o Rojo e mantém a invisibilidade de 100% com 3 vitórias. Os gols foram de Prato (2, 2º) e (28, 2º), Rolon (36, 2º) e Romero (39, 2º).

San Lorenzo 0 x 2 Banfield  

Ainda comemorando o titulo da Libertadores e voltando de uma viagem do Vaticano, o Ciclón parece que ainda não entrou no clima do campeonato, bom para o Banfield com um belo gol do equatoriano Cazares, garantiu a vitória fora de casa. Os gols foram de Salcedo (4, 2º) e Cazares (45, 2º).

Lanús 2 x 1 Estudiantes

O Lanús fez o dever de casa e venceu o Estudiantes com os gols de Ayala (16, 1º) e Jara (gol contra aos 23, 2º). O Estudiantes fez com Correa (11, 2º)

Boca Juniors 0 x 3 Atl. Rafaela

Jogando no Bombonera, o Boca conseguiu ter a primeira derrota dentro de casa para o Atletico Rafaela que fez os gols com Gomez (37, 1º), Gonzalez (10, 2º) e Fernandez (28, 2º).

Godoy Cruz 0 x 4 River Plate

Além do Vélez, quem fez uma bela apresentação foi o River Plate. Em menos de 20 minutos, a partida já estava 3x0, depois só foi preciso administrar a partido para o Millonario chegar a segunda colocação com 7 pontos. Os gols foram de Sanchez (2, 1º), Gutierrez (4, 1º), Mora (16, 1º) e Gutierrez (28, 2º).

Outras partidas

Arsenal 1 x 0 Olimpo
Def. y Justicia 1 x 1 Quilmes

River e Vélez seguem com grandes favoritos ao campeonato. O clube Millonario que é o atual campeão, manteve sua equipe e mesmo com novo técnico, segue nos passos para mais uma taça, destaque para Teo Gutierrez que a cada jogo vem fazendo gols importantes, colocando como o artilheiro do campeonato. O Vélez também esta surpreendendo, mesmo depois de perder o técnico e jogadores importantes para os clubes brasileiros, mas o principal jogador, o Prato permaneceu e tem sido importante para equipe. Racing desapontou nessa rodada após perder feio para o Tigre, mas ainda vejo forte na briga pela parte de cima da tabela. Enquanto isso, O Boca segue preocupando a sua torcida. Após perder em casa para o Atletico Rafaela, o técnico Carlos Bianchi já não é uma unanimidade e fica claro que a equipe continua sendo uma incógnita. Outro que vem fazendo boas partidas, mesmo empatando é o Newell’s e o San Lorenzo precisa acordar logo, antes que seja um pouco tarde, ainda mais em um campeonato curto como o argentino.

Segue abaixo a tabela do Campeonato Argentino:

EQUIPOPTSPJPGPEPPGFGC
1Vélez9330071
2River Plate7321071
3Atl. Rafaela6320154
4Rosario Central6320154
5Lanús6320143
6Arsenal6320143
7Racing Club6320155
8Newell`s Old Boys5312054
9Godoy Cruz4311156
10Def. y Justicia4311156
11Tigre3310253
12Olimpo3210122
13Estudiantes3310234
14Banfield3310246
15Independiente3310235
16Boca Juniors3310214
17Gimnasia2302134
18Quilmes2302146
19Belgrano1301235
20San Lorenzo0200204
 Fonte: Data Factory

Texto e Edição: Joseclei Nunes

Foto: Mais Futebol
 

Razão & Cultura Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger