sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

Papo de Torcedor VASCO – Retrospectiva 2016

Nação Cruzmaltina, essa crônica é a ultima de 2016 sobre o nosso querido Vasco. Foi um ano de altos e baixos e momentos diferentes nos dois semestres desse ano. Com uma arrancada espetacular no fim do campeonato, foi rebaixado para segunda divisão pela terceira vez em menos de dez anos, a equipe manteve boa parte do elenco, jogadores como Nenê e Riascos, que foram exaltados pelas boas atuações, perdendo apenas o volante Serginho, substituído por Marcelo Mattos, além do técnico Jorginho, terminando ano de 2015 em grande estilo, mesmo com a queda.

Com a permanência de boa parte do elenco, o Vasco pouco contratou no início da temporada de 2016. Além de Marcelo Mattos, veio também Yago Pikachu, lateral destaque no Paysandu. No decorrer da temporada, a equipe perdeu o atacante Riascos e o Zagueiro Rafael Vaz, destaques do primeiro turno e do título carioca e com a queda de rendimento no segundo turno do campeonato brasileiro vieram Rafael Marques, Júnior Dutra, Fellype Gabriel e Éderson, sendo o único que mais deu certo, fazendo gols importantes e terminando a temporada como titular. Agora vamos falar um pouco do Vasco nos três campeonatos disputados na temporada de 2016.


Campeonato Carioca
Atual campeão, o Vasco estreou bem no campeonato e logo nas primeiras rodadas, jogou contra o Flamengo  em São Januário, já que o Maracanã estava entregue ao comitê olímpico. Rafael Vaz fez o gol da vitória, garantindo a invencibilidade em cima do maior rival. A invencibilidade manteve contra Botafogo e Fluminense, mas empatando com a equipe de General Severiano. O Vasco liderou as duas primeiras fases do campeonato, conquistando a Taça Guanabara. Com a liderança, enfrentaria novamente o Flamengo na semifinal e dessa fez foi em jogo único em Manaus e com a boa atuação de Andrezinho e Riascos, os vascaínos passaram por cima dos flamenguistas  enfrentando os botafoguenses pela na segunda final consecutiva entre as equipes.

As duas partidas da final foram complicadas e com gol de Jorge Henrique, o cruzmaltino venceu a primeira partida. Na segunda partida, o Botafogo até tentou e abriu o placar, mas o Vasco conseguiu um empate com gol salvador de Rafael Vaz, que havia entrado na segunda etapa, garantindo o bicampeonato carioca e de forma invicta.


Copa do Brasil
Disputando a segunda divisão do Campeonato Brasileiro, o Vasco tinha a Copa do Brasil como o único caminho para a disputa da Libertadores da América de 2017. A primeira fase o foi contra o Remo, vencendo em Belém com o placar de 1x0 e em São Januário por 2x1. Na segunda fase foi contra o CRB, vencendo o primeiro jogo por 1x0 e empatando o segundo no placar de 1x1. Na terceira fase, o adversário seria o Santa Cruz, atual campeão da Copa Nordeste. Empatou em casa no placar de 1x1 e venceu fora por 3x2 em um jogo dramático para a torcida vascaína. Na quarta fase, já com as equipes vindo da Libertadores, o Vasco enfrentou a equipe do Santos. Perdeu a primeira fora pelo placar de 3x1 e empatou em casa por 2x2, acabando com o sonho de conquistar o bicampeonato e a classificação para o torneio continental de 2017.


Campeonato Brasileiro Série B
Com o excelente desempenho no Campeonato Carioca, o Vasco da Gama iniciou sua participação na Série B com grandes expectativas e até a garantia de subida de forma bem antecipada como em 2009. Estreou com goleada em cima do Sampaio Corrêa, além das vitórias consecutivas contra o Tupi, Vila Nova e Bahia, até empatar com Oeste. Depois vieram mais duas vitórias sobre o Goiás e Joinville até a primeira derrota do ano para o Atlético-GO na oitava rodada do campeonato, acabando com a maior invencibilidade em jogos oficiais de sua história: 34 partidas sem perder. Mesmo com a derrota, a equipe de São Januário conseguiu mais nove vitórias garantindo a liderança no primeiro turno da competição.

No segundo turno, o caminho do Vasco na Série B começou a desandar.Nas quatro primeiras rodadas foram dois empates (Sampaio Corrêa e Tupi) e duas derrotas (Vila Nova em casa e Bahia), voltando a vencer apenas na quinta rodada contra o Oeste. Após a vitória, vieram foram quatro jogos sem perder, que veio contra a equipe do Náutico. Restando dez rodadas, o Vasco foi caindo na tabela. Veio a derrota para a equipe do Paysandu, venceu a equipe do Londrina, voltou a perder para o CRB e vencer a equipe do Paraná, depois vieram três jogos sem vencer, restando apenas três rodadas para o fim do campeonato. O Vasco venceu a equipe do Bragantino e precisaria de mais uma vitória para garantir o acesso de forma antecipada, mas perdeu para a equipe do Criciúma, sendo ameaçado de ficar mais um ano na segunda divisão. A última partida foi contra o Ceará e a torcida esgotou todos os ingressos. No total, tinham 56 mil pessoas no Maracanã. Para sorte do Vasco, o Oeste venceu o Náutico, mesmo com o resultado, o time virou com dois gols de Thalles garantindo o retorno a equipe de São Januário a elite do Campeonato Brasileiro.

O que esperar de 2017?

Após a garantia do retorno a Série A do Campeonato Brasileiro, o Vasco começou planejar a temporada de 2017. Jorginho não seguiu no comando e trouxe de volta Cristóvão Borges, vice-campeão brasileiro em 2011 e eliminado nas quartas de final da Libertadores em 2012. Eu sinceramente achei um bom nome e tem uma identidade com o Vasco. Em questão de reforços, até a publicação desse artigo, foram muitas especulações e apenas um reforço, o meia Escudero.

Não dar para fazer previsões, já que é ano de eleições e tudo pode acontecer, mas espero que o Vasco invista de verdade no elenco e que traga de volta a alegria aos vascaínos, pois não podemos ficar brigando para não descer, pois não é a grandeza do Vasco e espero que volte a ser o Gigante da Colina e que volte a brigar por títulos nacionais e não apenas estaduais, como falou em outras vezes o nosso presidente Eurico Miranda, já que será ano de eleições.


Que 2017 seja um ano de mudanças e vitórias para o Vasco. Saudações Vascaínas /+/.

*José Nunes (@JosecleiNunes) é fundador e editor do blog Futebol Retrô. Escritor, graduando em história. Ama futebol, política e um bom papo de botequim.
Siga Razão e Cultura nas Redes sociais (Facebook) (Twitter)

terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Campeonato Argentino - Análise da 14ª Rodada

Esse fim de semana a décima quarta rodada teve grandes jogos e a distância Boca Juniors, goleando a equipe do Colon na provável despedida de Carlitos Tevez. Na segunda com três pontos atrás vem a equipe do San Lorenzo, que conseguiu um empate heróico após está em desvantagem do placar contra o Lanús e a equipe do Newells Old Boys goleando a equipe do San Martin. O Estudiantes que foi líder em boa parte do campeonato vai caindo na tabela e perdeu no em casa no último sábado para a equipe do Defensa y Justicia fechando o grupo de classificados para a Libertadores 2018. Abaixo segue as análises da rodada.

Em belo gol, Tevez pode está de saída do líder Boca (Foto: La Nacion)

A rodada começou na sexta-feira com a vitória do Huracan sobre Talleres por 1 a 0 com o gol de Chacana aos 37’ do segundo tempo e do Gimnasia sobre o Godoy Cruz com os gols de Ibañez aos 43’ do primeiro tempo e 9’ do segundo tempo e Contin aos 39’ do segundo tempo.

No sábado tivemos a vitória do Aldosivi sobre o Sarmiento com os gols de Alegre aos 25 do primeiro tempo e Bandiera aos 18’ do segundo tempo. Com a vitória fora, o El Tiburón ocupa a vigésima sexta posição com 13 pontos. Líder por boa parte do campeonato, o Estudiantes vai caindo da tabela e jogando em casa, a equipe perdeu para Defensa y Justicia por 2 a 1. A equipe de La Plata abriu o placar com Viatri de pênalti aos 11’ do segundo tempo, mas permitiu a virada dos Halcons com os gols de Miranda aos 11’ e Bareiro aos 28. Com mais uma derrota, os Pinchas estão na quarta posição com 27 pontos, enquanto o Defensa está na décima nona colocação com 17 pontos. Outra equipe que não vai bem é o Racing, que perdeu fora para equipe do Union por 1 a 0 com o gol de Godoy aos 43’. O Independiente acompanhou o rival local e também perdeu em casa para equipe do Banfield com o gol de Cobo aos 46’ do segundo tempo. Com as derrotas a La Acade está na décima posição com 21 pontos e o Rojo na nona com 22 pontos. Fechando o dia, o Atlético Rafaela venceu o Patronato por 3 a 0 com os gols de Andrade aos 34’ do primeiro tempo, Marquez 2’ 2 Itabel de pênalti aos 6’, ambos no segundo tempo. Com a vitória, Os Cremeros estão na décima oitava posição com 17 pontos.

No domingo a rodada começou com o grande jogo entre Lanús e San Lorenzo. O Granate ficou na frente em boa parte da rodada vencendo por dois a zero, com os gols de Velazquez aos 6’ do primeiro tempo e e Sand de pênalti aos 8’ do segundo. Atrás de placar, a estrela de Cauteruccio brilhou novamente e o atacante garantiu o empate fora para o Ciclón com dois gols aos 25’ e 37’ do segundo tempo. Com o empate, o San Lorenzo permanece na segunda posição com 28 pontos e o Lanús caiu para sexta posição com 26 pontos. Jogando em Córdoba após a derrota da Copa Argentina, O Rosário Central ganhou do Belgrano por 2 a 0 com os gols de Herrera aos 27’ do primeiro tempo e Lo Celso aos 27’ do segundo tempo, chegando a vigésima segunda posição com 15 pontos. No Julio Humberto Grondona, o Arsenal enfim conseguiu a sua primeira vitória sobre o Velez por 2 a 1. Velazquez 15’ e Marin 43’ fizeram no primeiro tempo para o Arse e Barcos diminuiu de pênalti aos 37’ do segundo tempo para o Fortín. Na tabela, o Arsenal continua na lanterna com 8 pontos e o Velez está em vigésimo quarto com 14 pontos. Na possível transferência do Tevez para a China, o Boca Juniors goleou o Colon por 4 a 1. Centurion abriu o placar para o Xeneize aos 9’. Leguizamon empatou para o Colon aos 23’ minutos. Tevez em um belo gol ampliou aos 29’, Centurion de novo aos 25’ do segundo tempo e Pavon fechou aos 32 minutos. Com a vitória, O Boca continua na liderança com 31 pontos, enquanto a equipe de Santa Fé em décimo segundo com 20 pontos. Com três pontos atrás e empatado com o San Lorenzo, o Newells fez bonito em casa goleando o San Martin por 6 a 1. Os Leprosos abriram o placar com Maxi Rodriguez no primeiro minuto da partida. Figueroa ampliou aos 16’ e Aguilar (contra) aos 20’. No segundo tempo, Mateo fez aos 6’. O San Martin diminuiu aos 13’ com Gelabert, mas o Newells marcou mais dois com Quignon aos 15’ e Scocco aos 18’, deixando a equipe de Rosário na cola do Boca Juniors. A noite de domingo fechou com a virada do atual campeão da Copa Argentina River Plate por 2 a 1 sobre o Olimpo. O Aurinegro abriu o placar com Caballucci aos 7’ minutos do primeiro tempo. Os Millonarios empatou com Alario aos 35’ e virou com Driussi de pênalti aos 31 do segundo tempo. O River ocupa a sétima posição com 22 pontos, enquanto o Olimpo está na vigésima terceira posição com 15 pontos.

A décima quarta rodada fechou com a vitória do Quilmes sobre Temperley por 1 a 0 e o empate de Tigre e Atlético Tucuman por 0 a 0.


A rodada fechou com incertezas para 2017 em alguns clubes. O Boca fecha o ano na liderança, mas não sabe se Carlitos Tevez continuará na equipe, já que tem uma proposta milionária para jogar na China. Enquanto isso em Avellaneda, o fim de ano será de tensão, já que a dupla Racing e Independiente estão sem técnicos, além do Rosário Central. Com a abertura da janela de inverno da Europa e aqui na América do Sul, alguns clubes terão algumas mudanças, mas só saberemos nas próximas rodadas como será o comportamento de cada equipe no primeiro semestre de 2017, já que algumas ainda disputarão a Libertadores.

Primera División Argentina
PosEquipoPTPJ
1Boca Jrs.Boca Jrs.3114
2Newell'sNewell's2814
3San LorenzoSan Lorenzo2814
4EstudiantesEstudiantes2714
5BanfieldBanfield2714
6LanúsLanús2614
7RiverRiver2214
8UniónUnión2214
9IndependienteIndependiente2214
10RacingRacing2114
11TalleresTalleres2014
12ColónColón2014
13At. TucumánAt. Tucumán1914
14QuilmesQuilmes1914
15TigreTigre1814
16Gimnasia LPGimnasia LP1814
17PatronatoPatronato1814
18RafaelaRafaela1714
19DefensaDefensa1714
20Godoy CruzGodoy Cruz1714
21SarmientoSarmiento1614
22CentralCentral1514
23OlimpoOlimpo1514
24VélezVélez1414
25San Martín SJSan Martín SJ1414
26AldosiviAldosivi1314
27TemperleyTemperley1314
28HuracánHuracán1114
29BelgranoBelgrano1014
30ArsenalArsenal814

Siga Jovens Cronistas nas Redes sociais (Facebook) (Twitter)

*José Nunes (@JosecleiNunes) é fundador e editor do blog Futebol Retrô. Escritor, graduando em história. Ama futebol, política e um bom papo de botequim.
 

Razão & Cultura Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger