segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

River vence o Atlético Nacional conquista a Copa Sul-Americana


Artigo publicado no blog Jovens Cronistas:Clique Aqui

Foram 17 anos de espera, uma segunda divisão e depois de todo esse tempo, em 2014 ressurge um gigante argentino. O River Plate. Bastaram 8 vitórias e 2 empates, para o clube Millonario, enfim voltar a gritar campeão em um torneio intercontinental e festa começou após a vitória de 2x0 sobre o Atlético Nacional, porém as vitórias sobre o Estudiantes nas quartas de final e o grande rival Boca Juniors na semifinal . Parabéns River, campeão da Copa Sul Americana.

A partida

No inicio da partida o Atlético Nacional já teve duas chances com Cardona. Uma em uma jogada aérea e outra em cima do gol do Barovero. Aos 9 minutos o River teve a primeira chance com Pisculichi, que bate falta e no Rebote, o Uruguaio Sachéz chuta para fora, aos 12 minutos Téo Gutierrez quase abre cabeça, após o cruzamento de Vangioni, mas a bola passa por cima do gol. O River teve mais uma chance aos 16 minutos, com o chute de Teo Gutierrez, mas Armani consegue fazer uma bela defesa. Até os 30 minutos, o River esteve melhor, encontrando espaços do Nacional, que tenta se defender e aos 28 minutos, o Millonario teve mais uma chance com Teo, após o cruzamento de Mora. Com 31 minutos, Teo Gutierrez teve mais uma chance, mas chuta fraco para a defesa de Armani, mas aos 32, Mora chuta, mas o goleiro do Nacional faz outra defesa. Aos 33 minutos, o Nacional enfim consegue a primeira chance, após a falha de Funes Mori, Cardona toca para Ruiz, mas a bola foi para fora. Com 38 minutos, o Nacional teve mais uma chance com Cardona, mas Barovero salva o River, com mais uma defesa, aos 45 minutos, Téo teve mais uma chance, após o passe de Mora, mas o atacante colombiano perde um gol incrível, mas Armani saiu bem na defesa.

O primeiro tempo foi bem movimentado, com destaque do goleiro Armani que parou as chances de gol do Téo Gutierrez.

O inicio do segundo tempo, o Atlético começa bem com duas chances, enquanto o River começa amarelado com Funes Mori, mas aos 12 minutos, o River abre o placar com o gol de Mercado de cabeça, após os cruzamento de Pisculichi, mas aos 14 minutos em mais uma cobrança de Pisculichi, mas agora com o Pezzela, marcando o segundo gol para o Millonario. Após o dois gols, o clube Millonario manteve o ritmo da partida até o fim da partida. Após o apito, enfim o River Plate volta conquistar um titulo intercontinental depois de 17 anos, quando o clube conquistava a Supercopa no mesmo Monumental de Núnez.

Para a delírio de toda torcida Millonaria na Argentina e aqui no Brasil, o River está de volta ao cenário mundial. Após a queda em 2011, bastou apenas três anos para a equipe voltar a conquistar títulos. Destaques para o atacante Teo Gutierrez, o uruguaio Sanchéz, Mercado, Mora e Pisculichi, que foi o grande nome dessa final. E claro não podemos deixar de destacar o técnico Gallardo, que após a saída de Ramon Diaz, manteve a base da equipe e nada mais digna de um de um técnico que tem a sua história no clube.

Parabéns para o Atlético Nacional pela campanha e pelo Vice-Campeonato.

A festa do River ainda não acaba, pois ainda podem conquistar mais um titulo para sua torcida no próximo domingo. O clube já conquistou o Torneio Final, o Super Campeonato Argentino e a Copa Sul-Americana.

Ano que vem a disputa da Recopa Sul-Americana será entre San Lorenzo e River Plate.

Parabéns River, Campeão da Copa Sul-Americana

Curta nossa Pàgina: Jovens Cronistas! (Clique)

Texto e Edição: Joseclei Nunes 

Foto:  AFA

MCLAREN CONFIRMA ALONSO E BUTTON PARA 2015


Artigo publicado no site Opinião Sport Clube:Clique Aqui

A novela para 2015 de quem seria companheiro de Fernando Alonso na McLaren acabou e Jeson Button renovou para mais uma temporada com a equipe. Porém a saída de Button era quase certa, pois muitos acreditavam que o piloto inglês não continuaria na equipe e seria substituído pelo piloto dinamarquês Kevin Magnussen, mas Button que está na equipe desde 2010, ficará mais um ano na equipe, enquanto Magnussen, que foi titular nessa temporada, será piloto de teste.

Outra novidade na equipe é a volta do Bicampeão Fernando Alonso. O espanhol já correu pela equipe em 2007, ao lado de Lewis Hamilton (na época estreante, hoje bicampeão), mas depois voltou a Renaut para mais duas temporadas e Ferrari por cinco temporadas, o bicampeão correrá pela equipe em 2015, enquanto o substituto do espanhol na Ferrari, será o Tetracampeão Sebastian Vettel.


A Temporada de Fórmula 1 de 2015 começará 15 de março de 2015 em Melbourne (Austrália) e terminando em Abu Dhabi (Emirados Árabes) no dia 29 de novembro.

Matéria: Joseclei Nunes

Parabéns La Academia


Artigo publicado no blog Jovens Cronistas:Clique Aqui

Foram treze anos esperando, nesse tempo houve crises financeiras, brigas pelo rebaixamento, mas o dia 14 de dezembro será mais uma data inesquecível aos Hinchas do Racing, onde desde 2001, a e equipe não gritava é campeão, mas agora todos podem gritar. Racing campeão do torneio de transição.

A equipe dependia apenas de suas forças para voltar a erguer a taça mais importante do futebol argentino. E, depois de muito sofrimento, venceu o Godoy Cruz pelo placar mínimo. O gol do título foi marcado aos 4 minutos do segundo tempo pelo atacante Centurión que colocou seu nome na história do clube.

Racing jogou como se fosse uma final, mas as defesas do goleiro do Godoy Cruz, deixava a torcida no Cilindro mais apreensivo, enquanto o River empatava contra o Quilmes, mas no segundo tempo o Racing fez a sua parte, o River também ganhou a partida, mas a vantagem de três pontos do Racing sobre o Millonario, deu a taça ao clube de Avellaneda, dando a vaga direta a Taça Libertadores em 2015, onde não disputava desde 2003.

Milito, o herói da conquista



Se tem um herói nessa conquista, o nome dele é Diego Milito. O atacante foi o principal protagonista da conquista. Único remanescente do título de 2001, ele retornou ao clube aos 35 anos após temporadas na Europa, colocando seu nome na história da Inter de Milão, e deixou o campo carregado pelos torcedores. Foi ele quem iniciou a jogada que culminou no gol de cabeça de Centurión aos quatro minutos do segundo tempo. Milito voltou ao clube de coração e deu mais uma taça ao Racing.

Numéros da temporada do Racing. Longe das controvérsias de que começo tumultuado, mas a arrancada de seis vitórias foi importante para esse titulo. "Ganhamos porque este grupo de jogadores é quase tão grande quanto este estágio ovos", dizia o técnico Cocca após a partida. A carreira promissora que começou com apenas dois técnicos, Pizzuti e Merlo.

Campeão da Libertadores e do Mundial de 1967, o Racing passou por momentos difíceis nas últimas décadas. Em 1999, a crise financeira levou o então presidente Daniel Lalin a declarar a falência do clube. Com a ajuda de seus torcedores e de um investidor, o Racing evitou a extinção e conquistou o título em 2001, também com Milito como herói. No entanto, o time ainda amargou vários anos brigando contra o rebaixamento até a conquista deste domingo.


Parabéns Racing!!!

Curta nossa Pàgina: Jovens Cronistas! (Clique)

Texto e Edição: Joseclei Nunes 


Foto:  AFA

DEPOIS DE KAKÁ, ORLANDO CITY CONTRATA O ATACANTE HONDURENHO BRYAN RÓCHEZ


Artigo publicado no site Opinião Sport Clube: Clque Aqui

Rochez passou os dois primeiros anos de sua carreira profissional na Liga Hondurenha jogando pelo Real España, marcando 29 gols em 59 partidas, depois de assinar com o clube em 2012. Ele recebeu sua primeira convocação para a seleção principal Honduras este ano e apareceu em quatro jogos para Los Catrachos na Copa Centroamericano em setembro.

"Estamos extremamente satisfeitos que Bryan se juntar a nossa equipe para a temporada de 2015," Adrian Heath, treinador do Orlando city em um comunicado no site do clube. "Ele é um jogador que nós tivemos nossos olhos por algum tempo agora, pois acreditamos que ele tem a capacidade de contribuir com a equipe imediatamente."

Rochez se junta a Kaká como jogadores designados para Orlando City. Ele se apresenta aos Leões apenas depois de ter trocados por os veteranos Aurelien Collin, Tally Hall e Amobi Okugo.

Orlando adicionou vários outros jogadores na quarta-feira passada no projeto de Expansão, nomeadamente selecionando ex-goleiro Donovan Ricketts Portland e o defensor Heath Pearce.

Os Leões também são declaradamente à beira de assinar com o meia Brek Shea do Stoke City. Shea, que jogou cinco anos para o FC Dallas antes de se mudar para o Stoke em janeiro de 2013.

Nome: Bryan Giovanni Róchez Mejía
Idade: 19 (01/01/1995)
Altura: 1.80m
Peso: 73 kg

Local de nascimento: Tegucigalpa, HON

Matéria: Joseclei Nunes

San Lorenzo sofre, vence e está na final do Mundial de Clubes


Artigo publicado no blog Jovens Cronistas: Clique Aqui

Jogando pela classificação, o Ciclón enfrentou o Auckland City pela semifinal e com os gols de Barrientos e Mattos, o clube de Boedo venceu o time da Nova Zelândia, para alegria dos 8 mil torcedores que foram até o Marrocos e presenciar o seu torcedor ilustre, o Papa Francisco, que fez aniversário. A partida foi até a prorrogação e Ciclón venceu por 2x1, o gol do Auckland City foi feito por Berlanga.

Agora, o San Lorenzo tem como desafio o Real Madrid na final do Mundial de Clubes. A partida acontecerá no sábado (20), às 17h30 do horário de Brasília.

Favorito para a partida, o San Lorenzo sofreu na etapa inicial. Ciclón não conseguiu criar um ritmo de jogo, mas Auckland City, segurou a partida e teve maior posse de bola.

A primeira chance veio com o San Lorenzo, aos 8 minutos, quando Barrientos cobrou falta pelo meio e cruzou, Yepes subiu e cabeceou por cima. Os Auckland City respondeu aos 11 minutos, quando Tade fazendo jogada individual e chutou forte para defesa de Torrico. Aos 19, quando Barrientos cobrou falta pela ponta direita e bateu direto para o gol. Williams, adiantado, voltou e conseguiu defender e na seqüência, Cateruccio foi lançado pelo lado direito do ataque, recebeu, entrou na área e chutou em cima de Williams, que evitou o tento com os pés. Aos 46 minutos, Barrientos trouxe alívio para o time do Papa Francisco. Após troca de passes, Mas desceu pela esquerda, foi até a linha de fundo e cruzou rasteiro para alegria dos Cuervos.

O San Lorenzo voltou para a etapa complementar recuado e após sofrer o empate, tentou acelerar a partida.

Os minutos iniciais do segundo tempo não empolgaram. Aos 22 minutos, o time neozelandês conseguiu a igualdade. Tade fez bela enfiada de bola para De Vries, que diriviu com Torrico e a bola ficou com Berlanga. Quase sem ângulo, ele chutou para o fundo do gol. Após o gol, o San Lorenzo aumentou o ritmo, subiu ao ataque, mas também deixou espaços. Aos 30, Cauteruccio recebeu de frente para a área, aplicou lindo chapéu em Irving e chutou sem deixar a bola cair. A bola explodiu na trave e saiu. Na sequência, quem teve boa oportunidade foi o Auckland. A zaga do San Lorenzo saiu jogando errado e a bola ficou com De Vries. Ele avançou e rolou para Tade, livre de marcação. Ele entrou na área e chutou completamente torto.

No inicio da prorrogação, o San Lorenzo abriu do placar aos 3 minutos, Matos foi lançado dentro da área e ajeitou para Cauteruccio, que devolveu. Matos, então, chutou forte, sem chances para Williams. O Ciclón quase ampliou com Cauteruccio, aos 10 minutos, ele recebeu na entrada da área e chutou forte cruzado. Williams caiu e conseguiu espalmar. Já o Auckland tentou ser mais agressivo, mas conseguiu chegar com perigo apenas uma vez, já no segundo tempo. Aos 7 minutos, após bate-rebate na frente da área, Payne chutou rasteiro, Torrico espalmou e a bola tocou na trave, dando sinais de que a vaga era mesmo argentina.

Agora o San Lorenzo chega em uma final histórica e terá que fazer a maior partida da vida para conseguir uma vitória em cima do Real Madrid e conquistar a taça do Mundial, mas se jogar conforme jogou com a equipe da Nova Zelândia, será mais uma vitória fácil para equipe de Madrid. Agora vamos torcer para que aquele San Lorenzo da Libertadores e com a benção do Papa, conquiste esse mundial.

Curta nossa Pàgina: Jovens Cronistas! (Clique)

Texto e Edição: Joseclei Nunes 

Foto:  EFE

NEW ENGLAND REVOLUTION E ORLANDO CITY ESTARIAM NA BRIGA POR ROBINHO


Artigo publicado no site Opinião Sport Clube:Clique Aqui

O Orlando City ainda não estreou na Major League Soccer, o time já estão criando muitas ondas com suas aquisições como Kaka, Brek Shea está perto de se mudar para a Flórida, Robinho e muitos outros nomes estão na lista de Adrian Heath.

Além dos Leões, o New England Revolution, também deseja o atacante brasileiro, ex-Real Madrid e Manchester City, Milan e atualmente joga pelo Santos. Robinho jogou pela Seleção Brasileira e participou de duas Copas do Mundo (2006 e 2010).

Depois de ser ligado a uma mudança para Orlando no passado - seu bom amigo e ex-companheiro no Milan e no Brasil, Kaká, já assinou com os leões - relatos de Soccerazo afirmam o seguinte.

"Um novo clube entrou em cena [para Robinho] - MLS Cup finalistas, o New England Revolution. Fontes indicam que a equipe de Jermaine Jones está interessada em garantir a contratação de Robinho para compensar a possível saída de Lee Nguyen. Existem dois outros clubes em busca do jogador - mas eles não jogam na MLS, eles são Atlas e Tigres do México”.

Orlando tem uma grande população brasileira e com proprietário brasileiro Flavio Augusto da Silva ter ligações estreitas com Kaká e outros jogadores, os Leões após terem contratado o atacante hondurenho Bryan Rochez no início desta semana, esperariam pelo atacante brasileiro. Quanto ao New England Revolution, com Jermaine Jones e Jerry Bengston e Lee Nguyen deixando os Revs parece um pouco precipitada, mas com a provável saída de Nguyen, as portas estariam abertas para o Robinho.

Pura especulação ou é o brasileiro de 30 anos está indo realmente indo para MLS?

Real Madrid é Tetracampeão


Artigo publicado no blog Jovens Cronistas: Clique Aqui

Foi impossível comparar o Real Madrid campeão da Champions com o San Lorenzo campeão da Libertadores. Assim como nas últimas edições (exceto com Corinthians em 2012) o europeu era o grande favorito ao título mundial. Porém seria duro vencer o San Lorenzo, mas apesar da catimba argentina o time madridenho conseguiu a vitória sobre o time de Boedo e conquistou o tetracampeonato do mundial de clubes da FIFA.


A partida começou com o San Lorenzo disposto a marcar o Real Madrid e jogar por uma bola. A tática deu certo por boa parte da etapa inicial, mas o time Merengue mostrou que não é bom apenas com a bola rolando e mostrou sua força na jogada aérea.

Com a bola rolando, o Real manteve maior posse de bola, mas não conseguiu criar jogadas perigosas por meio de infiltrações, devido ao forte esquema defensivo do San Lorenzo, que, por sua vez, também não ofereceu riscos a Casillas, porém não conseguia sair da forte marcação da equipe madridenha em seu campo de defesa. As alternativas espanholas, então, passaram a ser chutes a distância e bolas paradas. Com 27 minutos, Ronaldo avançou pelo meio, pedalou e soltou para Benzema.  Ele chutou forte rasteiro e Torrico, em dois tempos, defendeu. Já aos 35, Kalinski errou o passe e entregou a bola para Benzema. Ele disparou pelo meio e rolou para Bale, na esquerda. Ele bateu para o gol e Torrico agarrou. Aos 37, o paredão argentino foi furado. Kroos bateu escanteio pela esquerda e cruzou. Ramos subiu livre na pequena área e cabeceou para o fundo do gol.
No segundo tempo, o Real Madrid voltou com o mesmo ritmo, buscando o segundo gol e aos 5 minutos, Isco acionou Bale dentro da área pelo lado direito. Ele recebeu, ajeitou para a canhota e chutou fraco. Torrico aceitou e a bola entrou devagar no gol.

O San Lorenzo não se abateu e tentou até o fim do jogo reduzir o placar. Já o Real se fechou em seu setor defensivo e aguardou por oportunidades de contra-ataque. Aos 17 minutos, Benzema recebeu na entrada da grande área, girou e chutou. A bola passou com perigo. O time argentino respondeu dois minutos depois, quando Mas fez jogada individual pela esquerda e bateu forte. Casillas caiu e pegou firme. Aos 27, Bale recebeu de Isco pela direita e cruzou. Benzema chutou e mandou para fora. Na reta final do jogo, o San Lorenzo voltou a arrisca de longe, mas parou em Casillas. Primeiro, Kalinski recebeu a entrada da área e mandou uma bomba. O goleiro espanhol caiu e espalmou. Depois, foi a vez de Merciar arrisca de longe, mas o arqueiro Merengue defendeu outra. Já aos 42, Casillas fez outra boa defesa, após o chute de Mercier. Desesperado para também deixar o seu, Ronaldo também não deixou de tentar. Aos 44, Coentrão escapou pela esquerda, foi até a linha de fundo e cruzou. CR7 subiu, mas cabeceou no meio do gol e Torrico pegou firme. Com o apito do juiz, o Real Madrid conquistou o tetra mundial, o primeiro nesse formato.

A temporada de 2014 foi perfeita para o Real Madrid, mas a equipe ainda busca outra marca que pertence ao Coritiba. Com 22 vitórias consecutivas, a equipe madridenha enfrenta Valencia e Atletico de Madrid fora para chegar as mesmas 24 vitórias da equipe paranaense.

Já o San Lorenzo, foi um ano histórico para equipe de Boedo. A equipe que quase desceu em 2012, em dois anos conquistava a libertadores e chegava numa final de mundial. Que em 2015, seja um ano melhor para o time do Papa. Com novo material esportivo e de volta para o bairro de origem, o Ciclon precisa de bons jogadores para o bi da libertadores.

Curta nossa Pàgina: Jovens Cronistas! (Clique)

Texto e Edição: Joseclei Nunes

Foto:  Real Madrid (Site Oficial)

segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

LA Galaxy vence Revolution e conquista o penta da MLS Cup


Artigo publicado no blog Jovens Cronistas:Clique Aqui

Em mais uma final contra o New Egland, o Galaxy conquista o pentacampeonato da MLS Cup. Em uma partida que terminou empatado no tempo normal, a equipe da California, com Gol de Keane, conquista a MLS de 2014, a terceira em cima do Revolution. O titulo também foi o ultimo de Donavan, que se aposenta dos gramados, após seis titulos da MLS. Enquanto o New Egland, com uma boa campanha, ficou pela quinta vez com o Vice-Campeonato.

O primeiro tempo da partida foi morno, pois os clubes tentavam analisar um ao outro para buscar o primeiro. O Galaxy teve chance de abrir o placar no inicio da partida em um lance de Donovan, mas a defesa afastou, enquanto o New England tentava utilizar as jogadas aéreas em cima do mandante da casa. O primeiro tempo foi fraco e as equipes foram para o intervalo no zero.

O inicio do segundo tempo, a postura dos clubes eram outra. O New England teve a chance com Nguyen, mas o Galaxy aos 11 minutos conseguiu abrir o placar com Zardes. Após o gol, O New England tentava buscar o empate e somente aos 34 minutos com Tierney, a equipe empatava a partida levando o jogo para a prorrogação.

No primeiro tempo da prorrogação, os clubes entraram cautelosos, mas o MVP Keane, com 34 anos marca o segundo gol para o Galaxy no fim do segundo tempo, garantindo a taça para o clube da Califónia.


Com o Pentacampeonato, O Los Angeles Galaxy passe ser a equipe com mais titutos da MLS, conquistando nos anos de 2002, 2005, 2011, 2012, 2014.

Curta nossa PàginaJovens Cronistas! (Clique)

Texto e Edição: Joseclei Nunes 

Foto: Rádio Globo

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

A um ponto do acesso


Artigo publicado no blog Jovens Cronistas:Clique Aqui
 
A noite de ontem parecia ser mais um daqueles filmes de terror, mas no final deu tudo certo conforme o roteiro esperado. Às 23:50 do horário de Brasília, São Januário e toda massa vascaína pode ficar aliviado depois de mais um ano de sofrimento que toda sua imensa torcida enfrentou a vitória de virada sobre ao Vila Nova lavou a alma e agora estamos a um ponto, onde iremos comemorar no majestoso Maracanã a volta do lugar de onde nunca deveríamos ter saído. A Série A do Futebol Brasileiro.


Se houve heróis da noite, poderíamos falar de falar de Carlos César que empatou a partida após minutos de tensão do gol do time goiano no inicio da partida, poderíamos falar de Douglas, que no segundo tempo fez o gol da virada ou de Jhon Cley, revelação do Vasco, que ao final do jogo, sacramentou a vitória do time vascaíno. Mas o herói de todos é o argentino Guiñazú que em toda partida, não cansou, sempre buscou a bola e deu o passe para o primeiro gol do time. A partir dele, começava a vitória que aliviava toda torcida que agora está há um ponto para sair da dramática Série B.


O Jogo


No inicio da partida, o Vasco começava pressionar a partida e aos três minutos, a equipe puxou um contra-ataque onde Maxi finalizou em cima de Gabriel para ganhar escanteio, foi Vila Nova que saiu na frente. Aos 20, com uma falha da defesa, após uma cobrança de escanteio, Rodrigo chutou em cima de Dimba, que, na pequena área, chutou no canto oposto de Martin Silva, o Vasco tentou responder no minuto seguinte, mas não conseguiu empatar. Carlos César foi à linha de fundo e cruzou rasteiro. A bola passou pelo goleiro e Rafael Souza chegou atrasado para completar.


O Vila Nova teve mais duas chances para ampliar o placar. Aos 31 com Léo Rodrigues e aos 33 com Nenê Bonilha, mas foi aos 38 que o Vasco empatou com o passe do Guinazu para Carlos César, que driblou Gabriel com o corpo e chutou no canto oposto de Cléber. Depois do gol, o Vasco ficou na defensiva e começava a pressão do Vila Nova e Aos 40, com Dimba e nos acréscimos, com Leonardo, com duas falhas da zaga. Empatado, terminava o primeiro tempo.


Na etapa final, o Vasco veio disposto a ficar a frente no marcador e conseguiu a virada aos dez minutos. Após cobrança de falta de Maxi Rodríguez cobrando a falta para a área e Douglas, de cabeça, marcou o gol da virada para o Vasco. Com o gol, o Vasco seguia melhor em campo e buscando o ataque. A chance de chegar aos terceiro foi nos 15 minutos. Maxi Rodriguez cobrou falta, mas Kleber cabeceou na rede pelo lado de fora. Dois minutos depois, Thalles ganhou da marcação na velocidade e chutou para boa defesa de Cléber.


O Vasco continuou pressionando por alguns minutos, porém, após a saída de Douglas, aos 30, diminuíram o ritmo, pressionando, porém o Vila nova chegou a melhorar, buscando o empate, mas quando o resultado da partida parecia definido, o Vasco chegava ao terceiro gol aos 44 minutos. Jhon Cley recebeu passe de Thalles e acertou belo chute, sem chance para Cleber Alves e decretar fechando a partida garantindo mais três pontos e faltando apenas um para garantir a vaga na Série A.


O Vasco continua na terceira posição, sem chances de alcançar os dois primeiros colocados. A equipe tem 62 pontos, seis pontos a mais que o quinto colocado, Atletico-GO, com 99,9% de chances e há um ponto para garantir a vaga em definitivo contra o Icasa no Maracanã no próximo sábado.

Curta nossa PàginaJovens Cronistas! (Clique)

Texto e Edição: Joseclei Nunes 
Foto: Rádio Globo

terça-feira, 18 de novembro de 2014

Resumo da Rodada #16 do Torneio de transição e antivisão do Super Clássico na Sul Americana



Artigo publicado no blog Jovens Cronistas: Clique Aqui
 
O que parecia ser um campeonato fácil para o River Plate, passou a ser preocupante a partir dessa rodada. Após a derrota do Estudiantes em um jogo atrasado da décima quarta rodada no meio da semana, o Millonario tem em seu retrovisor novos adversários em busca do titulo. Entre eles são os clubes de Avellaneda, Racing e Independiente, além do Lanús, que apesar de duas derrotas seguidas, caiu da segunda posição para a terceira. Segue abaixo os jogos da Rodada.

Defensa y Justicia 2 x 1 Atletico Rafaela
Estádio: Norberto Tito Tomaghello
Gols: Def (Ciro Rius  50’ e Nicolas Bertochi  70'); Atl : (Pol Fernandez 81’)

Rosario Central 0 x 0 Vélez
Estádio: Gigante de Arroyito

Gimnasia 1 x 1 Banfield
Estádio: Juan Carmelo Zerillo
Gols: Gim (Facundo Oreja 55'); Ban (Nicolas Bertolo 56’)

San Lorenzo 4 x 0 Belgrano
Estádio: Pedro Bidegain
Gols: San (Nestor Ortigoza  11', Juan Ignacio Mercier  15', Pablo Barrientos  42', Emanuel Mas 87')

Quilmes 0 x 1 Racing Club
Estádio: Dr. José Luis Meiszner
Gol: Rac (Gustavo Bou 87’)

Godoy Cruz 1 x 1 Estudiantes
Estádio: Mundialista Mendoza
Gols: God (Jose Luis Fernandez 9') e Est (Leandro Desábato 83’)

Tigre 1 x 2 Newell`s Old Boys
Estádio: Coliseo de Victoria
Gols: Tig (Joaquin Arzura  23'); New (Maxi Rodriguez 16’ e Victor Ruben Lopez 36’)

River Plate 1 x 1 Olimpo
Estádio: Antonio Vespucio Liberti
Gols: Riv (Ramiro Funes Mori 24'); Oli (Miguel Borja 70’)

Arsenal 1 x 1 Boca Juniors
Estádio: Julio H. Grondona
Gols: Ars (Brahian Aleman Athaydes 51'); Boc (Mariano Raul Echeverría 54’)

Independiente 4 x 1 Lanús
Estádio: Libertadores de América
Gols: Ind (Sebastián Penco 28', Daniel Montenegro 35', Juan Martin Lucero 89' e Víctor Leandro Cuesta 91'); Lan (Silvio Romero 1')

Faltando apenas três rodadas para o fim do Campeonato, o River ainda mantém a liderança do campeonato com 33 pontos, enquanto Rancing tem 32, Independiente  e Lanús possuem 30 pontos. A vitória sofrida do Racing colocou o time de Avellaneda em uma situação confortável, já que enfrentará o River na próxima rodada em casa e alem de enfrentar  o Rosario Central (fora) e Godoy Cruz (Casa). O River terá duas partidas fora: Racing e Quilmes e tem a tabela desfavorável para manter a taça de campeão nacional. Correndo por fora, Independiente e Lanús não terão tarefas fáceis para nas próximas rodadas. O Rojo terá Boca Juniors (fora), Newell´s (casa) e Belgrano (fora), enquanto o Granate terá o Gimnasia LP (casa), Boca Juniors (casa) e Newell’s (fora).

Mas sem dúvida a definição do campeonato poderá ser decidida na próxima rodada com Racing e River Plate e caso um desses clubes saia vencedor, será o caminho para o titulo do torneio de transição, mas se tratando de Campeonato Argentino, tudo poderá acontecer e até a próxima rodada.

Super Clássico na semifinal da Sul Americana

Apesar da briga pelo Argentino, o River estará próximo de mais uma taça, a Sul Americana, mas terá no meio do caminho, o maior rival, o Boca Juniors. Depois de 10 anos, quando se enfrentaram na libertadores, com a vitória do Boca de 5 x 4 nos pênaltis, na semifinal, as duas equipes voltam a se enfrentar em mais uma semifinal. Será o primeiro confronto entre os clubes no torneio sul americano, pois em 24 confrontos, Boca tem 10 vitórias, River 6 e 8 empates, porém o River nunca eliminou o Boca em um torneio internacional. Será que o tabu será quebrado o Boca estará em mais uma final? Só saberemos 20/11 em La Bombonera e 27/11 no Monumental de Nunez e que vença o melhor. 

Curta nossa PàginaJovens Cronistas! (Clique)

Texto e Edição: Joseclei Nunes 
Fotos: Opinião Esporte Clube

quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Eurico Miranda está de volta, e agora?


Artigo publicado no blog Jovens Cronistas:Clique Aqui
 
Com um recorde de votação na história do Vasco, 5.592 associados foram às urnas nesta terça-feira, oito a mais do que o histórico pleito de 1985, quando Antônio Soares Calçada derrotou o próprio Eurico Miranda em uma das eleições mais importantes do clube e seis anos depois de sua saída, o Vasco terá como presidente nos próximos três anos, o velho nome que todos conhecem: Eurico Miranda.


Eurico Miranda ganhou a eleição com 2733 votos contra 1570 de Júlio Brant e 1165 de Roberto Monteiro. Como no estatuto do Vasco, a eleição foi apenas para definir as 150 cadeiras do Conselho deliberativo (120 para chapa do Eurico e 30 para a chapa do Brant, segundo colocado), Além desses, o Conselho conta com mais 150 membros natos, e este total de 300 pessoas vai votar no dia 19, em sessão na sede náutica da Lagoa, quando o presidente será efetivamente eleito para o triênio 2015, 2016 e 2017. A posse da nova diretoria está marcada para 1º de dezembro.


A eleição iniciou com a retirada do candidato Marcio Santos, da Chapa Vanguarda Vascaína. Nas primeiras horas, apesar da fila, foram tranquilas, mas ao decorrer do pleito, com a boca de urna realizada, já dava como certo a vitória da Chapa do Eurico. Ao decorrer a Chapa de Julio Brant, Sempre Vasco, tentou impugnar, três vezes as eleições, mas sem sucesso. Após toda polêmica e com atraso de quase uma hora e meia, começava a apuração e conforme as urnas foram abertas, Julio Brant foi embora de São Januário, enquanto os partidários comemoravam a vitória sobre os gritos de Casaca.


E o futuro do Vasco?


Eurico ganhou, mas e agora? É claro que para muitos o futuro seja sombrio, mas é preciso analisar os dois Euricos que foi para o Vasco. O Eurico entre 85 a 2001, foi aquele que sim deu muitas glórias ao Vasco, com ele ganhamos três brasileiros, uma libertadores, MERCOSUL e 6 estaduais, além de uma potencia olímpica com títulos importantes no futsal, basquete e muitos atletas nas olimpíadas de Sidney ou o Eurico de 2001 a 2008, que ganhou apenas um estadual, que foi eliminado em Copas do Brasil para Baraúnas, XV de Novembro e vices para o principal rival, além de dívidas trabalhistas, brigas com a imprensa? Ainda não dar para definir o certo qual será, mas a partir do 1º de dezembro veremos qual será o Eurico.


É claro que a volta dele, foi por culpa do Dinamite, que em seis anos, foram dois rebaixamentos, as dividas aumentaram, mas talvez se não fosse por isso, não teria a volta do mandatário. Mas ele voltou e agora vamos aguardar as cenas dos próximos episódios, pois teremos um estadual vindo além de torneios como a Copa do Brasil e Brasileiro para recuperar a confiança.


Só espero que o Vasco volte a seu respectivo lugar, mas como Garone citou em seu blog, que venha um aquele Eurico brigador, com pulso firme, mas com a inovação, gestão e profissionalismo de Julio Brant e Roberto Monteiro, pois agora as eleições passaram e novamente somos todos Vasco.

Curta nossa PàginaJovens Cronistas! (Clique)

Texto e Edição: Joseclei Nunes 
Foto: ESPN

terça-feira, 28 de outubro de 2014

Resumo da Rodada #13 do Torneio de transição e a volta de Tévez a seleção


Artigo publicado no blog Jovens Cronistas:Clique Aqui

Olá amigos leitores da Jovens Cronistas, após algumas rodadas ausentes estou de volta para comentar a décima terceira rodada do Torneio de Transição do Campeonato Argentino.

Faltando apenas seis rodadas, o River segue invicto e líder na competição, ficando mais próximo do trigésimo titulo da competição nacional, além disso o Millonario segue vivo na Copa Sul-Americana, junto com o Boca Juniors e Estudiantes que será o próximo adversário.
Segue abaixo o resumo da rodada do Campeonato de Transição

Belgrano 1 x 0 Rosario Central
Estádio: Gigante De Alberd
Gol: Bel (Julio Cesar Furch  2, PT)

Independiente 3 x 1 Tigre
Estádio: Libertadores de América
Gols: Ind (Juan Martin Lucero 1 e 47, PT; Federico Mancuello 11, ST); Tig (Pablo Vitti 40, PT)

Velez Sarsfield 1 x 0 Banfield
Estádio: José Amalfitani
Gol: Vel (Lucas Pratto 9, ST)

Newells Old Boys 2 x 2 Godoy Cruz
Estádio: Marcelo Bielsa
Gols: NOB (Victor Ruben Lopez 45, PT e Maxi Rodriguez  48, ST); God: (Claudio Aquino 26, PT e Leandro Miguel Fernandez 35, ST)

Olimpo 1 x 1 Racing Club
Estádio: Roberto Natalio Carminatti
Gols: Oli (Juan Manuel Cobo  47, PT); Rac (Gabriel Hauche 45, PT)

Estudiantes 1 x 0 Quilmes
Estádio: Ciudad de La Plata
Gol: Est (Matias Aguirregaray  36, ST)

Lanus 1 x 0 San Lorenzo
Estádio: Ciudad de Lanús
Gol: Lan (Lautaro Acosta 19, PT)

Boca Juniors 2 x 0 Defensa y Justicia
Estádio: Alberto J. Armando
Gols: Boc (Juan Manuel Martinez 9 e 41, PT)

Atletico Rafaela 1 x 2 River Plate
Estádio: Estadio Rafaela
Gols: Atl (Diego Montiel 12, PT); Riv (Leonardo Nicolas Pisculichi 5, PT e Ariel Mauricio Rojas 21, ST)

Arsenal de Sarandi 1 x 0 Gimnasia LP
Estádio: Julio Grondona
Gol: Ars (Brahian Aleman Athaydes 45, PT)

Apesar da liderança tranquila, O River ainda tem as sombras do Lanús e do Independiente. O River estava com uma derrota parcial para o Atletico Rafaela, dando mais esperanças aos torcedores do Rojo, com dois gols de Juan Martin Lucero, que garantiam a vítória sobre o Tigre. Já o Lanús venceu o campeão da libertadores, seguindo vivo na disputa do campeonato. 

Voltando para o jogo do River, a derrota era quase certa, mas com os gols de Leonardo Nicolas Pisculichi e Mauricio Rojas, o Millonario continua mais invicto que nunca, quatro pontos na frente do Lanús, faltando apenas seis rodadas para a definição do Torneio de Transição.

Na próxima rodada, o River enfrentará o Estudiantes em casa, no dia 2 de novembro, enquanto o Independiente jogará fora contra o Arsenal de Sarandi e o Lanús enfrentará o Tigre, também fora de casa.


Tévez volta a seleção após três anos

Na ultima segunda-feira feira, o técnico Tata Martino convocou os jogadores que atuam fora da Argentina para os amistosos contra Croácia e Portugal, 12 e 18 de novembro na Inglaterra, já preparando a equipe para Copa América ano que vem e 2016 que serão respectivamente no Chile e nos Estados Unidos.

A maior surpresa da convocação foi a volta de Carlitos Tévez, ausente desde a Copa América no Uruguai em 2011, após a eliminação nos pênaltis nas quartas de finais para o país anfitrião. Tévez que foi excluído na lista de Alejandro Sabella e mesmo com toda comoção da torcida argentina, não participou da Copa de 2014 realizada no Brasil. Agora com Tata Martino como técnico ele estará de volta a seleção.

Segue abaixo os convocados de Tata Martino

Goleiros: Sergio Romero, Wilfredo Caballero, Nahuel Guzmán
Defensores: Nicolás Otamendi, Cristian Ansaldi, Facundo Roncaglia, Marcos Rojo, Martín Demichelis, Pablo Zabaleta, Federico Fazio, Federico Fernández, Ezequiel Garay
Meio-campistas: Javier Mascherano, Ever Banega, Roberto Pereyra, Lucas Biglia, Angel Di María, Erik Lamela, Javier Pastore, Enzo Pérez, Nicolás Gaitán
Atacantes: Carlos Tevez, Lionel Messi, Gonzalo Higuaín, Sergio Agüero

Curta nossa PàginaJovens Cronistas! (Clique)
Texto e Edição: Joseclei Nunes 
Foto: Diário Olé

terça-feira, 23 de setembro de 2014

MLS - Resumo da rodada #28

Artigo publicado no blog Jovens Cronistas:Clique Aqui

Olá amigos leitores do Jovens Cronistas. Quem me acompanha as rodadas do Campeonato Argentino e o Papo de Torcedor Vasco, estreio minhas crônicas sobre as rodadas da MLS, para os amantes do futebol europeu, podemos analisar que o mercado e o famoso “soccer” vem crescendo na terra do Tio Sam. Dentro da MLS, podemos encontrar alguns jogadoes como Henry, Oba Oba Martins, Donovan que irá se aposentar após o fim da temporada, Dempsey e entre outros. A MLS chega à reta final do campeonato e assim como os torneios como NBA, NHL e NFL, a MLS também é definida por conferencia e as finais terá os playoffs, o Seattle Sounders e Los Angeles Galaxy já estão classificados. Segue abaixo as estatísticas da rodada.

Real Salt Lake 5 x 1 Colorado Rapids
Rea: Joao Plata (32'), Javier Damian Morales (34'), Chris Schuler (37’), Joe Nasco (45') e Carlos Salcedo  (63')
Col: Jose Mari (21’)
Estádio: Rio Tinto Stadium

Portland Timbers 3 x 0 Vancouver Whiteca
Por: Diego Valeri  (28'), Fanendo Adi  (66') e (69’)
Estádio: Jeld-Wen Field

Philadelphia Union 0 x 0 Houston Dynamo
Estádio: PPL Park
New York Red Bulls 4 x 1 Seattle Sounders
New: Bradley Wright-Phillips (1’), (54’) e (56’) e Tim Cahill (65')
Sea: Clint Dempsey (62’)
Estádio: Red Bull Arena

Columbus Crew 1 x 0 New England Rev
Col: Federico Higuain  (48')
Estádio: Columbus Crew

Montreal Impact 2 x 0 San Jose Earthqua
Mon: Jack McInerney  (81') e Dilly Duka  (88')
Estádio: Saputo Stadium

Chicago Fire 3 x 3 DC United
Chi: Quincy Amarikwa  (16'), Jeff Larentowicz  (32') e Matt Watson  (78')
DC: Luis Silva (39’), Luis Silva (54’) e Bobby Boswell (68’)
Estádio: Toyota Park

L.A. Galaxy 2 x 1 FC Dallas
LA: Robbie Keane (62') e Alan Gordon  (83')
FC: Blas Perez (55’)
Estádio: StubHub Center

Toronto FC 3 x 0 CD Chivas USA
Tor: Jackson (23'), Luke Moore (45') e Gilberto (54')
Estádio: BMO Field

Podemos destacar os jogos entre NY Red Bulls e Sounders, que com time misto, após o titulo da US Open CUP, foi goleado para NY após uma bela apresentação do artilheiro da competição Bradley Wright-Phillips, mas além do titulo, o Sounders mantém a liderança da Conferencia Oeste com Los Angeles Galaxy e classificado antecipado para as semifinais da MLS. Após a vitória, O NY Red Bulls ocupa a quarta posição da Conferencia Leste e oitavo na classificação geral.

Agora faltam apenas 6 rodadas para o fim da primeira fase da MLS e estarei comentando sobre as rodadas e o jogo destaque do clubes envolvendo a MLS. Até a próxima.

Curta nossa PàginaJovens Cronistas! (Clique)
Texto e Edição: Joseclei Nunes 
Foto: MLS

Resumo da rodada #8 - Torneio de Transição


Artigo publicado no blog Jovens Cronistas:Clique Aqui

Olá amigos leitores do Jovens Cronistas, estou aqui para comentar mais uma rodada do Torneio de Transição da Argentina. A rodada em si teve um dos jogos mais esperado entre River Plate e Independiente, que até então era primeiro e terceiro colocado, tivemos na rodada o clássico de La Plata entre Estudiantes e Gimnasia, além do outro invicto, o Newell’s Old Boys contra o Racing. Confira abaixo as estatísticas da rodada.
Quilmes 0 x 2 Lanús
Lan: Silvio Romero (Pen) 41' PT e Alejandro Cabral (EC) 42' PT
Estádio: Dr. José Luis Meiszner

Estudiantes 0 x 0 Gimnasia
Estádio: Ciudad de La Plata

Olimpo 1 x 0 Belgrano
Oli: Agustin Vuletich 27' ST
Estádio: Roberto Natalino Carminatti

Vélez 0 x 0 Atl. Rafaela
Estádio: José Amalfitani

Rosario Central 3 x 1 Arsenal
Ros: Damián M. Musto 21' ST, José A. Valencia 30' ST e 41' ST
Ars: Emilio J. Zelaya 6' PT
Estádio: Gigante de Arroyito

Banfield 1 x 1 Boca Juniors
Ban: Emiliano Terzaghi 44' ST
Boc: Andrés E. Chávez 20' ST
Estádio: Florencio Sola

River Plate 4 x 1 Independiente
Riv: Leonardo Pisculichi 3' PT, Ariel Rojas 37' PT, Teófilo Gutiérrez 20' ST e Rodrigo Mora 32' ST
Ind: Federico Mancuello 12' ST
Estádio: Antonio Vespucio Liberti

Def. y Justicia 1 x 3 San Lorenzo
Def: Julio C. Rodríguez 13' PT
San: Mauro Cetto 18' PT, Mauro Matos 11' ST e Enzo Kalinski 27' ST
Estádio: Norberto Tito Tomaghello

Racing Club 1 x 1 Newell`s Old Boys
Rac: Gustavo Bou 27' PT
New: Ignacio Scocco 10' PT
Estádio: Presidente Perón

Faltando onze rodadas para o fim do Campeonato, apenas River e Newell’s seguem invictos no torneio e a diferença entre ambos esta apenas em três pontos, mas o Millonario tem um jogo a menos. River é o grande favorito para a conquista do titulo, mas agora terá dois jogos fora casa contra o Arsenal e o Lanús, com a vitória sobre o Quilmes assumiu a vice-liderança e entra na briga pelo titulo. O Newell’s que em mais um empate, que agora é o quarto, ocupa a terceira posição com 15 pontos. Em breve nas próximas rodadas poderemos ver quais são os clubes que brigarão pela taca do Torneio de transição, pois teremos jogos entre os três primeiros colocados, além de termos River e Boca. Então vamos aguardar como será os próximos capítulos do torneio e até a próxima rodada.

Curta nossa PàginaJovens Cronistas! (Clique)
Texto e Edição: Joseclei Nunes 
Foto: Fox Sports
 

Razão & Cultura Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger