terça-feira, 25 de outubro de 2016

Thalles desencanta e restam duas vitórias para o acesso


Após a derrota contra o CRB e enfrentar a críticas da mídia esportiva, da torcida e da oposição sobre a gestão Eurico Miranda, o Vasco voltou a vencer e para alegria da nação cruzmaltina. A vitória veio nesse último sábado (22) diante do Paraná, no Estádio Kléber Andrade, em Cariacica, no Espírito Santo, somando mais três pontos e chegando a 57, quatro pontos atrás do líder Atlético-GO e seis pontos na frente do quinto colocado Náutico.

Apesar da chuva, o Vasco até fez uma boa boa partida, criando chances de gols, mas só com a entrada do atacante Thalles garantiu a vitória para a equipe que segundo os matemáticos, precisaria de mais duas para retornar a Série A em 2017.


A partida começa com o Vasco dominando, alternando bastante as jogadas com chances de abrir o placar e no primeiro minuto, Nenê cruzou na área, Rodrigo ganhou no alto e Junior Dutra quase conseguiu finalizar para o gol. O Paraná teve a primeira chance com 9 minutos. Fernando Karanga passou por dois jogadores e em boa posição para marcar, porém, Martín Silva não conseguiu ficar com a bola espalmando para linha de fundo, evitando do Vasco de tomar o gol logo no início. Aos 14, Nenê cobrou escanteio e o goleiro Marcos se atrapalhou no lance. No rebote, Willian chutou forte e a bola parou na defesa adversária. Aos 25, quase o primeiro gol vascaíno, Nenê cruzou para a área, e Douglas cabeceou forte para o gol, mas Marcos espalmou e, no rebote, a zaga afastou o perigo. Douglas teve mais uma chance de marcar aos 30 minutos. Junior Dutra arriscou bom chute de fora da área e, no rebote de Marcos, o volante finalizou para fora. A melhor chance dos Paraná surgiu na sequência em chute forte de Nadson de fora da área, mas Martín espalmou para escanteio, terminando o primeiro tempo com o placar de 0 x 0.


No segundo tempo, o Vasco continuou com as melhores chances no ataque, enquanto o Paraná abusava dos contra-ataques, mas errando os passes decisivos nas criações de jogadas. Aos 4 minutos, Nenê finalizou e Marcos fez uma bela defesa para os paranaenses. A resposta veio na sequência com Murilo Rangel lançando para Lúcio Flávio, que ficou cara a cara com Martín Silva, mas o goleiro vascaíno conseguiu tirar a bola dos pés do adversário. O técnico Jorginho promoveu a entrada de Thalles, para mudar o panorama da partida e aos 19 minutos, em cruzamento de Julio César, o atacante recebeu dentro da área, dominando a bola e finalizando no canto direito do gol do Paraná. Aos 33, Andrezinho lançou Madson, que finalizou mal e em seguida o Paraná levou perigo após uma rebatida da zaga vascaína. Madson ficou com a bola na entrada da área e não conseguiu uma boa conclusão na jogada e com poucas chances nos minutos finais, a equipe vascaína garantiu a vitória por 1 a 0 no Kléber Andrade.


A vitória deu tranqüilidade para o Vasco. Apesar da semana conturbada devido ao cenário político que a instituição vivo, além dos protestos da torcida, a garantia do acesso fica mais próxima, já que a vantagem aumentou para seis pontos sobre o Náutico, precisando apenas de duas vitórias. Claro que ainda devemos nos preocupar pelo que a equipe vem apresentando na reta final do campeonato, mas acho difícil de não estarmos na Série A em 2017. Agora esperar como a equipe se comportará nas próximas rodadas e espero que não seja parecida como foi em 2014.


O Vasco retorna aos gramados na próxima quarta-feira, diante do Avaí, às 21h45, em São Januário. Com o resultado, o Cruzmaltino chegou aos 57 pontos e se manteve na vice-liderança da competição.


Joseclei Nunes (@JosecleiNunes) é fundador e editor do blog Futebol Retrô. Escritor, graduando em História. Ama futebol, política, escolas de samba e um bom papo de botequim.
Curta nossa Página: Jovens Cronistas! (Clique)

0 comentários to “Thalles desencanta e restam duas vitórias para o acesso”

Postar um comentário

 

Razão & Cultura Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger