segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

San Lorenzo sofre, vence e está na final do Mundial de Clubes


Artigo publicado no blog Jovens Cronistas: Clique Aqui

Jogando pela classificação, o Ciclón enfrentou o Auckland City pela semifinal e com os gols de Barrientos e Mattos, o clube de Boedo venceu o time da Nova Zelândia, para alegria dos 8 mil torcedores que foram até o Marrocos e presenciar o seu torcedor ilustre, o Papa Francisco, que fez aniversário. A partida foi até a prorrogação e Ciclón venceu por 2x1, o gol do Auckland City foi feito por Berlanga.

Agora, o San Lorenzo tem como desafio o Real Madrid na final do Mundial de Clubes. A partida acontecerá no sábado (20), às 17h30 do horário de Brasília.

Favorito para a partida, o San Lorenzo sofreu na etapa inicial. Ciclón não conseguiu criar um ritmo de jogo, mas Auckland City, segurou a partida e teve maior posse de bola.

A primeira chance veio com o San Lorenzo, aos 8 minutos, quando Barrientos cobrou falta pelo meio e cruzou, Yepes subiu e cabeceou por cima. Os Auckland City respondeu aos 11 minutos, quando Tade fazendo jogada individual e chutou forte para defesa de Torrico. Aos 19, quando Barrientos cobrou falta pela ponta direita e bateu direto para o gol. Williams, adiantado, voltou e conseguiu defender e na seqüência, Cateruccio foi lançado pelo lado direito do ataque, recebeu, entrou na área e chutou em cima de Williams, que evitou o tento com os pés. Aos 46 minutos, Barrientos trouxe alívio para o time do Papa Francisco. Após troca de passes, Mas desceu pela esquerda, foi até a linha de fundo e cruzou rasteiro para alegria dos Cuervos.

O San Lorenzo voltou para a etapa complementar recuado e após sofrer o empate, tentou acelerar a partida.

Os minutos iniciais do segundo tempo não empolgaram. Aos 22 minutos, o time neozelandês conseguiu a igualdade. Tade fez bela enfiada de bola para De Vries, que diriviu com Torrico e a bola ficou com Berlanga. Quase sem ângulo, ele chutou para o fundo do gol. Após o gol, o San Lorenzo aumentou o ritmo, subiu ao ataque, mas também deixou espaços. Aos 30, Cauteruccio recebeu de frente para a área, aplicou lindo chapéu em Irving e chutou sem deixar a bola cair. A bola explodiu na trave e saiu. Na sequência, quem teve boa oportunidade foi o Auckland. A zaga do San Lorenzo saiu jogando errado e a bola ficou com De Vries. Ele avançou e rolou para Tade, livre de marcação. Ele entrou na área e chutou completamente torto.

No inicio da prorrogação, o San Lorenzo abriu do placar aos 3 minutos, Matos foi lançado dentro da área e ajeitou para Cauteruccio, que devolveu. Matos, então, chutou forte, sem chances para Williams. O Ciclón quase ampliou com Cauteruccio, aos 10 minutos, ele recebeu na entrada da área e chutou forte cruzado. Williams caiu e conseguiu espalmar. Já o Auckland tentou ser mais agressivo, mas conseguiu chegar com perigo apenas uma vez, já no segundo tempo. Aos 7 minutos, após bate-rebate na frente da área, Payne chutou rasteiro, Torrico espalmou e a bola tocou na trave, dando sinais de que a vaga era mesmo argentina.

Agora o San Lorenzo chega em uma final histórica e terá que fazer a maior partida da vida para conseguir uma vitória em cima do Real Madrid e conquistar a taça do Mundial, mas se jogar conforme jogou com a equipe da Nova Zelândia, será mais uma vitória fácil para equipe de Madrid. Agora vamos torcer para que aquele San Lorenzo da Libertadores e com a benção do Papa, conquiste esse mundial.

Curta nossa Pàgina: Jovens Cronistas! (Clique)

Texto e Edição: Joseclei Nunes 

Foto:  EFE

0 comentários to “San Lorenzo sofre, vence e está na final do Mundial de Clubes”

Postar um comentário

 

Razão & Cultura Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger