quarta-feira, 19 de novembro de 2014

A um ponto do acesso


Artigo publicado no blog Jovens Cronistas:Clique Aqui
 
A noite de ontem parecia ser mais um daqueles filmes de terror, mas no final deu tudo certo conforme o roteiro esperado. Às 23:50 do horário de Brasília, São Januário e toda massa vascaína pode ficar aliviado depois de mais um ano de sofrimento que toda sua imensa torcida enfrentou a vitória de virada sobre ao Vila Nova lavou a alma e agora estamos a um ponto, onde iremos comemorar no majestoso Maracanã a volta do lugar de onde nunca deveríamos ter saído. A Série A do Futebol Brasileiro.


Se houve heróis da noite, poderíamos falar de falar de Carlos César que empatou a partida após minutos de tensão do gol do time goiano no inicio da partida, poderíamos falar de Douglas, que no segundo tempo fez o gol da virada ou de Jhon Cley, revelação do Vasco, que ao final do jogo, sacramentou a vitória do time vascaíno. Mas o herói de todos é o argentino Guiñazú que em toda partida, não cansou, sempre buscou a bola e deu o passe para o primeiro gol do time. A partir dele, começava a vitória que aliviava toda torcida que agora está há um ponto para sair da dramática Série B.


O Jogo


No inicio da partida, o Vasco começava pressionar a partida e aos três minutos, a equipe puxou um contra-ataque onde Maxi finalizou em cima de Gabriel para ganhar escanteio, foi Vila Nova que saiu na frente. Aos 20, com uma falha da defesa, após uma cobrança de escanteio, Rodrigo chutou em cima de Dimba, que, na pequena área, chutou no canto oposto de Martin Silva, o Vasco tentou responder no minuto seguinte, mas não conseguiu empatar. Carlos César foi à linha de fundo e cruzou rasteiro. A bola passou pelo goleiro e Rafael Souza chegou atrasado para completar.


O Vila Nova teve mais duas chances para ampliar o placar. Aos 31 com Léo Rodrigues e aos 33 com Nenê Bonilha, mas foi aos 38 que o Vasco empatou com o passe do Guinazu para Carlos César, que driblou Gabriel com o corpo e chutou no canto oposto de Cléber. Depois do gol, o Vasco ficou na defensiva e começava a pressão do Vila Nova e Aos 40, com Dimba e nos acréscimos, com Leonardo, com duas falhas da zaga. Empatado, terminava o primeiro tempo.


Na etapa final, o Vasco veio disposto a ficar a frente no marcador e conseguiu a virada aos dez minutos. Após cobrança de falta de Maxi Rodríguez cobrando a falta para a área e Douglas, de cabeça, marcou o gol da virada para o Vasco. Com o gol, o Vasco seguia melhor em campo e buscando o ataque. A chance de chegar aos terceiro foi nos 15 minutos. Maxi Rodriguez cobrou falta, mas Kleber cabeceou na rede pelo lado de fora. Dois minutos depois, Thalles ganhou da marcação na velocidade e chutou para boa defesa de Cléber.


O Vasco continuou pressionando por alguns minutos, porém, após a saída de Douglas, aos 30, diminuíram o ritmo, pressionando, porém o Vila nova chegou a melhorar, buscando o empate, mas quando o resultado da partida parecia definido, o Vasco chegava ao terceiro gol aos 44 minutos. Jhon Cley recebeu passe de Thalles e acertou belo chute, sem chance para Cleber Alves e decretar fechando a partida garantindo mais três pontos e faltando apenas um para garantir a vaga na Série A.


O Vasco continua na terceira posição, sem chances de alcançar os dois primeiros colocados. A equipe tem 62 pontos, seis pontos a mais que o quinto colocado, Atletico-GO, com 99,9% de chances e há um ponto para garantir a vaga em definitivo contra o Icasa no Maracanã no próximo sábado.

Curta nossa PàginaJovens Cronistas! (Clique)

Texto e Edição: Joseclei Nunes 
Foto: Rádio Globo

0 comentários to “A um ponto do acesso”

Postar um comentário

 

Razão & Cultura Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger