quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Esta na hora de reaprender o ABC

Artigo publicado no blog Jovens Cronistas:Clique Aqui

Em 2011, Vasco e ABC se confrontaram pela segunda fase da Copa do Brasil. Naquela época, o primeiro jogo havia terminado em 0x0 e o Vasco garantia a classificação no jogo de volta em casa vencendo de 2x1. Após daquele jogo, a equipe vascaíno passou a apresentar bons jogos garantindo a taça do torneio pela primeira vez.


Três anos depois, Vasco e ABC voltam a se enfrentar pela, mas agora pelas oitavas de finais e talvez para nós vascaínos, poderíamos imaginar uma história diferente como em 2011, quando o primeiro jogo terminou empatado. Apesar de jogar em casa, seria mais que a obrigação a vitória diante de sua torcida, mas não foi bem isso que aconteceu. Se não fosse mais uma vez as belas defesas do uruguaio Martin Silva e a raça do argentino Guiñazu, que fez aniversário, a vergonha do empate podia ser maior, mais temos que descobrir o que esta acontecendo para enfim reencontrarmos o futebol e deslanchar de vez na Copa do Brasil e da Série B antes que seja tarde demais.


A partida


O jogo já começou com um Vasco apático e no primeiro minuto, o ABC abria o placar com João Paulo. Mesmo com o gol, o Vasco não conseguia encontrar uma formula para tentar chegar ao empate e jogando mais ofensivo, abria mais espaços para o ABC, onde quase ampliaram aos sete minutos com Patrick que parou em uma bela defesa de Martin Silva, mas depois Denis Marques levou novamente perigo a defesa vascaína com 14 minutos de jogo. Só com dezoito minutos, o Vasco conseguiu ter uma chance com Guiñazu e aos 21, o empate chegava a um belo gol de Kleber. Com 29 minutos ABC voltava a preocupar com Somália, que chegou assustar o Martin Silva após um belo toque de cabeça.


No segundo tempo, as equipes passaram fazer um jogo de erros, mas o ABC tentava a todo custo buscar o segundo gol para ficar mais tranqüilo no jogo de volta em Natal e o clube teve duas chances de ampliar a partida com Denis Marques aos 28 minutos e Lucio Flavio aos 31, mesmo com a pressão o Vasco parecia acoado, sem vontade de reagir e aos 35 minutos a paciência dos 6 mil torcedores que foram a São Januario chegara ao fim quando Lucio Flavio quase marcou aos 35 minutos em uma cobrança de falta. Nervoso, o Vasco se descontrolou na partida e Fabrício foi expulso no fim e assim terminava a partida, bom para o ABC que pode garantir a classificação em casa na próxima terça às 19:30, mas sábado o Vasco enfrenta o Avaí em São Januário e o ABC enfrenta em Bragantino em Bragança Paulista, pela série b.


Essa é o terceiro jogo sem vitória para o Vasco, O clube hoje ocupa a terceira posição da série b, onde vamos entrar na 18º rodada e agora com o empate em casa no jogo de ida, a equipe irá precisar de muita sorte e futebol, que não esta apresentando, para chegar as quartas de finais da competição. É claro que podemos acreditar e vamos, mas esta mais que na hora de rever as falhas e começar buscar a formação ideal, que até agora não foi encontrado. Não acho que a saída do Adilson, mesmo que eu não esteja gostando, seja a solução, pois o mercado este mais fechado e no máximo que pode acontecer é vir um técnico igual o pior, podendo atrapalhar mais a situação da equipe que já não é boa. Realmente o que o Vasco precisa é reencontrar o caminho da vitória, voltar a ser Vasco e resgatar os bons momentos que já tivemos. Então todos nós, vamos a São Januário no próximo sábado e vamos apoiar o nosso time até o ultimo minuto.


FICHA TÉCNICA:


VASCO 1 X 1 ABC


Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)

Data: 26 de agosto de 2014 (terça-feira)

Horário: 19h30

Árbitro: Wagner Reway (MT)

Assistentes: Paulo Cesar Silva Faria (MT) e Rafael da Silva Alves (RS)

Cartões amarelos: Douglas Silva, Montoya, Douglas e Kleber (VAS), Sueliton e Xuxa (ABC)

Cartões vermelhos: Fabrício (VAS) e Lucio Flavio (ABC)

Público e renda: 6.702 pagantes / 6.872 presentes / R$ 157.720,00

Gols: João Paulo (ABC), a um minuto, Kleber (VAS), aos 21 minutos do primeiro tempo


VASCO: Martín Silva; Carlos Cesar (Aranda), Rodrigo, Douglas Silva e Marlon; Guiñazu, Fabrício, Douglas, Maxi Rodríguez (Thalles) e Montoya (Edmilson); Kleber. Técnico: Adilson Batista

ABC: Gilvan; Sueliton, Marlon e Samuel; Patrick, Fábio Bahia, Daniel Amora, Xuxa e Somália (Liel); Denis Marques (Rodrigo Silva) e João Paulo (Lucio Flavio). Técnico: Zé Teodoro

0 comentários to “Esta na hora de reaprender o ABC”

Postar um comentário

 

Razão & Cultura Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger