segunda-feira, 16 de junho de 2014

Após a ivasão de sua torcida, Argentina vence em um jogo morno


Artigo publicado no blog Jovens Cronistas: Clique aqui
 
Uma invasão de Argentinos e uma estreia de um dos maiores da atualidade no Maracanã podia ser uma grande vitória para a favorita Argentina, mas não foi.

Com apoio dos Argentinos e dos Brasileiros para a Bósnia, a Argentina começa a partida na defensiva. Sabella começou a partida com um 5-3-2 para tentar resolver os problemas que a equipe tem na defesa, porém estava correndo bem, pois aos 2 minutos da partida, em uma falta cobrada por Messi , Marcos Rojo cabeceou, a bola bateu em Kolašinac e entrou. Parecia que ia ser uma goleada.

Após o gol, a equipe foi mostrando algumas falhas. Com o esquema de Sabella, Messi e Dí Maria não conseguiam criar as jogadas e erraram muitos passes, sem conseguir passar na forte defesa da Bósnia, em um primeiro tempo morno, a Argentina só consegui chegar ao gol nos 30 minutos num chute de Javier Maschenano. Com os erros da Argentina, a Bósnia começou a se soltar para o jogo, com Misimovic, que fez lançamento brilhante para Hajrovic, que invadiu a área sem marcação, mas  Romero consegue afastar a bola. Antes dos 15 minutos, Pjanic teve em uma cobrança de falta na entrada da área, mas a bola para na barreira da Argentina e aos 40 veio a melhor chance do primeiro tempo, com  Pjanic cobrando o escanteio da direita, na e Lulic subiu sozinho para cabecear firme, mas Romero consegue fazer uma bela defesa. O primeiro tempo terminou assim, morno para as duas equipes.

Após um jorgo morno no primeiro tempo, Sabella muda o esquema para a segunda etapa. Com a entrada de Gago e Híguain no lugar de Campagnaro e Maxi Rodriguez, indo para o esquema utilizado pelo treinador em outros jogos, no 4-3-3, mantendo Mascherano a frente da zaga e Gago ao lado de Dí Maria para armar e deixando Messi mais solto para a armação das jogadas.

Mas o segundo tempo começou mesmo com a Bósnia tendo maior parte da posse de bola, mas aos 10 minutos, Hajrovic exigiu de Romero duas defesas. O esquema do 4-3-3 começou a surtir efeito, com Messi deixando Aguero na boa, mas a bola foi para fora, primeira chance clara da Argentina ao gol.

Aos 12 minutos, Hajrovic fez um cruzameto e Romero Romero sai indeciso, mas Fede Fernández conseguiu tirar o perigo. Com 15 minutos de jogo, Messi arranca em direção à área, dando passe para  Aguero, que novamente desperdiçou. A Argentina passou atacar mais com Messi participando das principais jogadas de ataque, mas o ponto chave da partida veio, aos 20 minutos com Messi pegando a bola na intermediária, tabelando com Gago e passando pelos dois bósnios e chutando  para dentro das redes, batendo antes na trave. Um golaço!

Após o segundo gol argentino, a Bósnia começou a perder forças, com as saídas de Hajrovic e Misimovic , apesarem não terem feito uma boa partida. A Argentina passou a ter controle da partida, usando a posse da bola no seu campo de ataque. Aguero e Higuaín tiveram uma boa chance cada, mas não conseguiram aproveitar.

Nos minutos finais a Bósnia conseguiu chegar ao campo da Argentina, com Ibisevic recebendo sozinho na frente de Romero diminuindo o placar. Sabella então trocou Agüero por Biglia, e seu time conseguiu segurar uma vitória até o fim da partida.

Apesar de um jogo fraco tecnicamente, podemos acreditar no time albiceleste. Se Sabella colocar o time que jogou o segundo tempo no inicio da partida, utilizando o 4-3-3, deixando Messi livre para a criação, mas a zaga continua sendo o problema, Romera ainda não gera confiança, mas podemos ver a evolução de Garay e Marcos Rojo.

A Bósnia, mesmo em uma atuação apagada de Dzeko e com a defesa sólida, pode acreditar que o clube terá grandes chances para abocanhar a segunda vaga.

ARGENTINA 2 X 1 BÓSNIA

LOCAL: Maracanã, Rio de Janeiro
ÁRBITRO: Joel Aguilar (ESA)
AUXILIARES: William Torres (ESA) e Juan Zumba (ESA)
PÚBLICO: 74.738
CARTÕES AMARELOS: Rojo (ARG); Spahic (BIH)
GOLS: Kolasinac, contra, 2'/1ºT (1-0), Messi 19'/2ºT (2-0), Ibisevic 39'/2ºT (2-1)

ARGENTINA: Romero, Zabaleta, Garay, Federico Fernández, Campagnaro (Gago, intervalo) e Rojo; Mascherano, Maxi Rodríguez (Higuaín, intervalo) e Di María; Messi e Agüero (Biglia 41'/2ºT)
TÉCNICO: Alejandro Sabella

BÓSNIA: Begovic, Mujdza (Ibsevic 24'/2ºT), Bicakcic, Spahic e Kolasinac; Besic, Hajrovic (Visca 26'/2ºT), Pjanic, Misimovic (Medunjanin 29'/2ºT) e Lulic; Dzeko
TÉCNICO: Safet Susic

Curta nossa PageJovens Cronistas (Clique)

Edição e RedaçãoJoseclei Nunes (Facebook) (Twitter)

Foto: JUAN MABROMATA / AFP

0 comentários to “Após a ivasão de sua torcida, Argentina vence em um jogo morno”

Postar um comentário

 

Razão & Cultura Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger